segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
HomeDestaqueAções sustentáveis marcam Semana de Agroecologia na EMCOR Gaviãozinho

Ações sustentáveis marcam Semana de Agroecologia na EMCOR Gaviãozinho

Alunos da EMCOR Gaviãozinho participaram de várias ações entre os últimos dias 23 e 27, durante a Semana de Agroecologia. Com o tema ‘Agroecologia: uma proposta de trabalho e consumo sustentável’, a iniciativa foi desenvolvida para a escola participar do concurso realizado pelo Programa Agrinho, além de fomentar o Projeto Campo Vivo de fortalecimento do turismo rural de Nova Venécia e região.

Publicidade

O foco da ação foi capacitar os estudantes e familiares no tocante ao uso de técnicas agroecológicas que buscam a sustentabilidade na agricultura familiar, resgatando práticas que permitam aos agricultores produzirem sem a utilização de agrotóxicos.

Publicidade

Os estudantes fizeram uma visita ao sítio São Lucas, no Córrego da Travessia, referência em produção orgânica, onde conheceram a propriedade e o manejo. Em outra ocasião, participaram de uma oficina de compostagem, conheceram o minhocário e uma horta pedagógica na propriedade de Pedro Paulo Colonna, produtor agroecológico.

No assentamento Celestina, foi realizada a Oficina Verde sobre reflorestamento ambiental, com o produtor rural Silvano dos Santos Bento, além da Feira de Ciências e Experimentoteca de Solos no CEFFA de Chapadinha, encerrando com a Oficina Cores da Terra de produção de arte com o secretário de Cultura e Turismo de Nova Venécia, Anderson Sabino.

EMCOR Gaviãozinho – Pedagogia da Alternância

A EMCOR “Gaviãozinho”, situada na Fazenda Jacutinga, Nova Venécia, trabalha com a metodologia da Pedagogia da Alternância, atendendo um público de estudantes do 6º ao 9º ano, com faixa etária de 11 a 16 anos, filhos de pequenos e médios agricultores da região, que optaram por uma educação apropriada para o campo.

Neste ano a escola está participando do concurso realizado pelo Programa Agrinho através do projeto pedagógico ‘AGROECOLOGIA: UMA PROPOSTA DE TRABALHO E CONSUMO SUSTENTÁVEL’.

Nessa perspectiva, a coordenadora escolar, Daniela Bastianello Arcanjo, elaborou o projeto, que está sendo executado pela equipe de educadores da escola, com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade ambiental e geração de renda nas comunidades locais, apoiando a adoção de práticas agroecológicas nas propriedades rurais com ênfase no trabalho e consumo sustentável.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE