segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
HomeInvestigaçãoAgricultor fecha estrada, revolta moradores e vira caso de polícia em Nova...

Agricultor fecha estrada, revolta moradores e vira caso de polícia em Nova Venécia

Dono da terra diz ter autorização da Justiça. PM diz não ter encontrado autorização expressa para trancar rodovia em acordo apresentado pelo agricultor.

Um agricultor de 35 anos, identificado como Antenor Machado Sarmento Neto, usou uma máquina pesada para fechar uma estrada rural que seria utilizada por mais de 20 famílias, nesta sexta-feira (1º), no Córrego Dantas, Zona Rural de Nova Venécia, no Noroeste do Espírito Santo. A ação gerou revolta em quem mora na região e virou caso de polícia. O agricultor alega ter agido com autorização da Justiça, e que a estrada passa na propriedade dele. A PM diz não ter achado autorização expressa para bloqueio da via no acordo apresentado por foto pelo agricutor. Os moradores da região contestam, e dizem que o proprietário teria agido à revelia da lei.

Publicidade

Imagem mostra máquina pesada escavando estrada para bloqueá-la. Crédito: Rede Notícia

De acordo com a Polícia Militar, uma viatura foi acionada via Ciodes (190) para uma ocorrência no Córrego Dantas, Nova Venécia. No local, uma estrada havia sido obstruída pelo proprietário da terra. A PM detalha na ocorrência, ‘que em contato com vários moradores da região, que estavam no local, foi relatado que a estrada fechada é principal via de acesso à região do Córrego Dantas e Córrego Santa Rosa, além de também ser uma linha de ônibus escolar, e que a obstrução gera muitos transtornos aos usuários, e que o caminho alternativo é cerca de 5 quilômetros mais longo’.

Publicidade

Ainda segundo o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, os moradores da região relataram que anteriormente, após ser feito um abaixo assinado e ser proferida uma decisão judicial, o dono da propriedade teria sido obrigado a retirar os chamados ‘mata-burros’ da estrada e construir corredores, e que ao contrário disso, decidiu interditar a rodovia.

A ocorrência informa que, após ouvir os moradores, os policiais militares foram escutar o agricultor dono da área. Antenor Machado Sarmento Neto relatou aos PMs, que tomou conhecimento de uma decisão da Justiça que o obrigando a construir corredores na área que lhe pertence e que, quando soube da decisão, já havia uma multa de aproximandamente R$ 300 mil e, que recorreu. Segundo a versãop do agricultor dada à PM, foi realizado um acordo judicial em que ficou autorizado a interdição da estrada, e que ele deveria abrir uma nova estrada com corredores para alguns moradores da região que não têm nenhum outro acesso a suas propriedades, e que assim o fez.

Antenor disse aos policiais militares ainda que aquela não era a principal estrada da região, sendo o que ele chamou de “atalho, que as pessoas se habituaram a utilizar e que existem outros acessos a serem utilizados”, diz a ocorrência. Segundo a PM, o proprietário apresentou foto do acordo judicial realizado “porém nesse não se identifica menção a interdição da estrada que corta sua propriedade”.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE