domingo, abril 14, 2024
spot_img
HomeEspírito SantoAlunos soldados da PM são socorridos com sintomas de insolação no Espírito...

Alunos soldados da PM são socorridos com sintomas de insolação no Espírito Santo

Há relatos de dezenas de alunos socorridos, e outras dezenas que tenham desistido de curso que começou na segunda-feira (20).

Alunos soldados da Academia de Polícia Militar do Espírito Santo (APM) deram entrada durante a semana no Hospital da PM, em Vitória, com queimaduras e sintomas de excesso de exposição ao sol e ao calor intenso – insolação. Fontes ouvidas pelo portal REDENOTÍCIA.ES detalham que cerca de 60 alunos passaram mal ou tiveram queimaduras até de 1º grau, e que os ferimentos surgiram após uma semana de treinamento sob altas temperaturas. Imagens às quais a reportagem teve acesso, mostram alunos com olhos inchados, pele descascada e ferimentos diversos. O número de alunos feridos pode ser ainda maior.

Publicidade

Há relatos de que, ao menos, 100 alunos, tenham desistido da formação desde segunda-feira (20), quando começou a curso preparatório de 1000 novos futuros soldados da PM capixaba. Ainda segundo levantamentos feitos pela reportagem, os alunos começaram a serem socorridos na quarta-feira (22), e até esta sexta-feira (24), formandos estavam dando entrada no HPM (Hospital da Polícia Militar), em Vitória, com sintomas de insolação.

Publicidade

A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo (ACSPMBM-ES) se manfestou dizendo que “acompanha o caso”. Nas redes sociais, o o presidente da associação, Jackson Eugênio Silote, disse que se trata de alunos do  Curso de Formação de Soldados de 2023, aprovados em concurso público promovido pelo Governo do Estado em 2022.

“Na última quinta-feira (23), recebemos vários vídeos e fotos acerca de um incidente que aconteceu na nossa academia de polícia, que, a princípio, seria insolação dos nossos alunos soldados. Prontamente enviamos uma equipe de diretores até o Hospital da Polícia Militar para acompanhar de perto o desfecho dessa situação e dar todo o suporte e apoio necessário aos nossos alunos soldados”, disse. Eugenio disse que realizou contato com a Polícia Militar do Espírito Santo para entender que teria ocorrdio, que foi informado ‘que estão apurando todos os fatos para chegar às reais causas’, do que chamou de incidente.

No vídeo em que se manifesta, o presidente da ACSPMBM-ES afirma que não serão permitidos “qualquer tipo de abuso ou excesso com os nossos alunos soldados, ou com qualquer policial militar”. VEJA:

Segundo o portal ‘A Gazeta’, há menos de dez dias, um cão farejador morreu e outro foi hospitalizado também após um treinamento policial, realizado em Cariacica, no Espírito Santo. Os cães teriam sido submetidos a treinos intensos em um dia em que o Estado enfrentava altas temperaturas provocadas pela onda de calor.

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar informou que o Curso de Formação de Soldados foi iniciado nesta semana, na Academia da Polícia Militar (APM), “sendo as disciplinas realizadas na semana inicial apenas de ambientação”. Segundo a corporação,  “os alunos possuem um cantil individual e, ainda, a APM possui estrutura completa, sendo quadra com cobertura, bebedouros para hidratação, entre outros. Na chamada matinal, na data de ontem, alunos relataram mal-estar, sendo imediatamente encaminhados ao HPM, onde foram devidamente atendidos”. A PM informou ainda que irá instaurar uma apuração administrativa em relação ao fato.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE