sábado, abril 20, 2024
spot_img
HomeDestaqueAssembleia vai fazer audiência pública em busca de soluções para seca em...

Assembleia vai fazer audiência pública em busca de soluções para seca em distrito de Pinheiros

Buscar soluções para o problema da seca, que já dura cerca de quatro meses, sem chuvas regulares, e compromete o abastecimento em São João do Sobrado, distrito de cerca de 5 mil habitantes de Pinheiros, no Norte do Estado. Esse é o objetivo do presidente da Comissão de Proteção ao Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, deputado Fabrício Gandini (sem partido), que irá fazer uma audiência pública no próximo dia 7, quinta-feira, às 18h, no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) da localidade.

Publicidade

De acordo com Gandini, o córrego Unido, utilizado para a captação de água na região, secou, o que levou a Companhia Espírito-Santense de Abastecimento (Cesan) a usar carros-pipa para abastecer a população. A empresa divulgou comunicado pedindo a economia no uso da água.

Publicidade

A estiagem levou vários córregos a secarem, o que causou revolta nos moradores de assentamentos do distrito. Ao todo, há 187 famílias nos assentamentos federais Maria Olinda I e Maria Olinda II.

Ao mesmo tempo, foram incendiados 70 mil pés de eucalipto da empresa Suzano, plantados numa área arrendada. Os assentados culpam a cultura do eucalipto pelo agravamento da falta de água na região.

“Convidamos os principais atores para colocá-los à mesa em busca de perspectivas de solução. Teremos a prefeitura, que é o titular do saneamento, e a concessionária contratada, no caso a Cesan. Também convidamos o Ministério Público para entender a situação, já que há denúncia de uso irregular da água na região, o que é preciso ser apurado”, explicou Gandini.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Fabrício Gandini, irá ao distrito de São João do Sobrado, para ouvir moradores, empresa e órgãos públicos sobre o problema da falta de água na região

O deputado lembrou, ainda, que o foco da discussão estará na solução do problema da seca. “Vamos convidar os moradores, para dizer o que realmente está acontecendo. O fato é que está faltando água. Há uma acusação de que a falta da água tenha relação com o plantio de eucalipto. Mas nosso foco é na solução. Queremos que a empresa possa participar para esclarecer, para dizer o que está sendo feito e também contribuir com a solução”, contou o deputado.

Gandini relatou que a situação em São João do Sobrado chegou até ele por meio da interlocução que o seu mandato tem com Pinheiros. O deputado informou que foi procurado pelo vereador Welton Pezão (Cidadania), que estava acompanhado do chefe do distrito de São João do Sobrado, Haroldo Gonçalves, mas que também mantém um bom diálogo com o prefeito Arnóbio Pinheiro (Cidadania).

O presidente da Comissão de Meio Ambiente explicou que a Cesan atua com envio de carros-pipa, mas que é necessária uma solução mais efetiva, duradoura, que garanta o abastecimento com continuidade. Gandini reforça que fiscaliza a construção de uma política estadual, por meio da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh).

“Tenho pedido os relatórios das bacias hidrográficas para encontrarmos soluções, para reverter o quadro de desertificação que vemos até como natural, se não houver uma intervenção racional e estratégica do homem. É uma construção que precisa passar por várias mãos”, frisou Gandini.

Estudos recentes da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) apontaram que a região Norte tem um dos maiores déficits hídricos do Estado.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE