segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeDestaqueAulas na rede municipal de Vila Pavão começam de forma remota na...

Aulas na rede municipal de Vila Pavão começam de forma remota na quinta-feira (04)

As aulas no Espírito Santo, nas redes públicas estadual e municipal, irão começar até o dia 01 de março, em decisão anunciada na tarde da última quinta-feira (28). Já nas escolas estaduais, as atividades começam nesta quinta-feira (04), no formato presencial/híbrido (com revezamento de alunos), ou remoto, seguindo sempre as orientações do Mapa de Risco do Governo do Estado.

Publicidade

A Sedu, em comum acordo com os municípios, alinhou essas medidas. Ficou acordado que entre 03 de fevereiro e 01 de março, todas as escolas da Rede Pública voltarão com as atividades, seja no modelo presencial/híbrido ou remoto. As redes terão a liberdade de decidir como será esse retorno, no entanto, as decisões serão tomadas sempre observando os protocolos e tendo como referência a classificação do Mapa de Risco.

Publicidade

Aulas em formato remoto em Vila Pavão

Vila Pavão vai iniciar as aulas de forma remota nesta quinta-feira (04), em toda a rede municipal que envolve a EMEF Professora Esther da Costa Santos, o Centro Municipal de Educação Infantil Criarte, os CMEAs Artur Pagung, Agostinho Batista Veloso e Luíza Souza Barros e as escolas multisseriadas.

“Assim como a maioria dos municípios capixabas, nós vamos iniciar o ano letivo de 2021 no próximo dia 04. O município decidiu iniciar, remotamente, as aulas do jeito que aconteceu no final do ano passado, quando as escolas cuidaram da preparação das atividades e distribuíram aos alunos, que se encarregaram de fazer os deveres com acompanhamento dos professores”, informou o secretário de Educação do município, Jorge Kuster Jacob.

Segunda Jorge, a decisão se baseou em uma pesquisa realizada pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), em parceria com a Associação dos Municípios do Espírito Santo (AMUNES), e o Ministério Público, que leva em conta questões de saúde pública, decorrentes da pandemia do coronavírus.

Outro motivo levantado pelo secretário para que a volta às aulas ocorra, inicialmente, em formato remoto, é que as escolas estão em processo de aquisição Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), e materiais de higienização. “Enquanto isso, estaremos adequando nossas escolas para um retorno híbrido ou presencial seguro, seguindo as orientações protocolares e portarias de segurança da Sesa e Sedu”, acrescentou.

Nesta segunda-feira (01), a Secretaria Municipal de Educação está com o quadro de professores fechado, uma vez que a chamada dos profissionais em designação temporária aconteceu na última sexta-feira (29). Agora, até quarta-feira (03), esses profissionais assumirão seus postos nas escolas, cada um em seu turno de trabalho, participando da jornada pedagógica e já planejando a primeira atividade não presencial, que será disponibilizada para as famílias na sexta-feira (05).

Vacina para os profissionais da educação

Jorge Kuster Jacob, que foi professor por muito anos, acredita que as aulas em formato híbrido podem acontecer de forma segura em Vila Pavão, caso a pandemia se estabilize, uma vez que a maioria das escolas do interior têm um número reduzido de alunos e comportaria com segurança o rodízio.

Mas, por outro lado, o secretário espera que nesse período de aulas remotas o Governo do Estado possa agilizar vacinas contra a Covid-19 para os profissionais da educação, principalmente, os professores, para que as aulas presenciais possam voltar de forma segura.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE