sábado, abril 20, 2024
spot_img
HomeDestaqueBoa Esperança inicia vacinação de pessoas com comorbidades

Boa Esperança inicia vacinação de pessoas com comorbidades

A Prefeitura de Boa Esperança iniciou, nesta segunda-feira (17), a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente (BPC), com idade entre 50 e 59 anos.

Publicidade

A vacinação será realizada sempre das 8h às 13h, nas seguintes datas e locais:
17/05 (UBS Erci Calvi – Sobradinho);
18/05 (UBS Fernandes Rondelli – Quilômetro Vinte);
19/05 (UBS Ely Francisca da Conceição – Santo Antônio);
20/05 (UBS Floriano Dallaparte Milanese – Vila Tavares);
21/05 (UBS João Marchiori – Bela Vista);
24/05 (ESF Boa Mira);
25/05 (UBS Jacques Gonçalves Vieira e Unidade Sanitária (próximo à delegacia), Centro).

Publicidade

Também estão sendo vacinadas as pessoas com idade de 18 a 59 anos, com síndrome de down, deficiência físico/mental, fibrose cística e obesidade mórbida.

Os documentos necessários para receber a dose são: cartão do SUS, cartão de vacinação e documento de identificação. As pessoas com comorbidades devem apresentar laudo médico, prescrição médica ou declaração do enfermeiro do serviço onde o usuário faz o tratamento.

Os idosos dessa faixa etária que estão acamados, apresentando dificuldades ao locomover-se, serão vacinados em casa. Para esse serviço, caso o idoso não seja cadastrado nos programas de saúde da Prefeitura, o familiar deve realizar cadastro na UBS mais próxima de sua residência.

Fique atento

Pacientes oncológicos, transplantados (órgãos sólidos e medula óssea), imunossuprimidos, doenças reumáticas e pacientes com HIV devem apresentar uma prescrição médica autorizando o recebimento da vacina. É importante conversar com o médico antes de comparecer no local de vacinação.

Saiba quais são as comorbidades:

Confira a lista de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde:
Insuficiência cardíaca;
Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar;
Cardiopatia hipertensiva;
Síndrome coronariana;
Valvopatias;
Miocardiopatias e pericardopatias;
Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
Arritmias cardíacas;
Cardiopatias congênitas no adulto;
Próteses valvares e dispositivos cardíaco implantados;
Diabetes mellitus;
Pneumopatias crônicas graves;
Hipertensão arterial resistente;
Hipertensão artéria estágio 3;
Hipertensão artéria estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo;
Doença cerebrovascular;
Doença renal crônica;
Imunossuprimidos;
Anemia falciforme;
Obesidade mórbida;
Cirrose hepática;
Portadores do vírus HIV.

Doação de alimento

Para potencializar as ações que auxiliam quem mais precisa, é necessário unir forças. Partindo desse princípio, a Prefeitura de Boa Esperança, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, lançou a campanha de doação de alimento não perecível.

A ação tem como objetivo beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade, buscando garantir a segurança alimentar durante a pandemia do coronavírus, por meio de arrecadação de alimentos não perecíveis, como: macarrão, arroz, feijão, leite em pó, café, óleo, sal, açúcar, entre outros produtos. Quem for se vacinar, pode doar um quilo de alimento em um dos locais de vacinação.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE