sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img
HomeDestaqueCulturaCappitella promete resgatar cultura italiana

Cappitella promete resgatar cultura italiana

A Agrovida promove nos próximos dias 15 e 16, a 1ª Cappitella de Nova Venécia, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A programação vai contar com um desfile, que será o Carretino, música folclórica italiana ao vivo e muita comida típica.
No primeiro dia do evento, a partir das 20 horas, a Agrovida abre espaço para o grupo Amici Per Sempre, composto por Celso Cavalini e Cirlene Masarin, com canções folclóricas italianas. Ainda, capetele, taiadedela, polenta, linguiça e outros destaques da cozinha italiana, vão fazer parte do cardápio noturno.
Carretino e
Carnevale di Venezia
O desfile tem início no sábado, dia 16, às 8h30, da Rua Ernesto Ayres Farias, passando pela delegacia, atravessando o centro da cidade, circulando as duas praças centrais, e seguindo trajeto para a Agrovida, sentido Ponte Cristiano Dias (segunda ponte). De acordo com um dos organizadores do evento, Otamir Carloni, a concentração na Esnesto Ayres Farias é proposital, pelo local ser a área onde os imigrantes italianos começaram a colonizar, quando chegaram ao município veneciano. Também, segundo Carloni, a Rua é umas das mais antigas da cidade, com conjunto arquitetônico de casas com platibanda, mais preservado da região.
“A parceria com a população é fundamental, para que este evento dê certo. Precisamos da participação de todos, pois será uma forma de homenagear nossos antepassados, que aqui trouxeram nossas raízes italianas. Quem puder enfeitar suas casas, lojas e se vestir ou adicionar algo característico, vai ajudar Nova Venécia a retomar essa cultura”, fala Carloni.
A organização do evento está realizando manifestação nas redes sociais, pedindo que as famílias, participe. “Quem quiser enfeitar carros, carroças e qualquer veículo, e levar seus familiares, será bem-vindo, esta é a proposta”, conta.
Durante o desfile serão distribuídas comidas típicas, já que participantes do Carretino, terão a liberdade de cada um, poder levar algo de suas cozinhas, para a rua.
Na programação da organização do Carretino, está sendo estudado a possibilidade de ter carros divididos por setores, levando as crianças e outro, com alguns avós, que vão representar a tradição italiana.
Para o desfile, o Coral Italiano Augusto Zaché, o Grupo Di Ballo Bambini Di Tutti I Colori, ambos de Nova Venécia, o Grupo Piccolo Pavone, de Vila Pavão, e mais 30 integrantes de um grupo folclórico italiano, de Guaraná, já confirmaram presença.
Na programação, também acontece o Carnevale di Venezia, que é outro ponto que também vai depender da interação da população. “A ideia é fazer um carnal do estilo de Veneza, na Itália. Claro que, como o tempo é curto, e este é o primeiro ano da festa, será uma coisa menor. Mas os moradores podem desfilar com máscaras e fantasias. Por onde o desfile for passando, é só ir entrando na brincadeira, não precisa fazer inscrição. Vai ser algo bem descontraído e cultural, justamente para aproveitar com as famílias”, relata Carloni, que ainda completa:
“Após o desfile, teremos almoço na Agrovida, música e muita diversão, tudo de acordo com a cultura e tradição. A ideia é fazer algo, que no futuro se torne em turismo para a cidade. Estamos no momento formando apenas o embrião, do que um dia poderá ser uma grande festa, vista no Estado inteiro. Se a população aceitar o convite, é o que nosso evento irá se transformar”, finaliza.

Publicidade

» Grupo Piccolo Pavone, de Vila Pavão
» Na Agrovida, grupo Amici Per Sempre, composto por Celso
Cavalini e Cirlene Masarin, com canções folclóricas italianas
» Grupo Di Ballo Bambini Di Tutti I Colori, de Nova Venécia
» Coral Italiano Augusto Zaché, de Nova Venécia
“A parceria com a população é fundamental, para que este evento dê certo. Precisamos da participação de todos, pois será uma forma de homenagear nossos antepassados, que aqui trouxeram nossas raízes italianas. Quem puder enfeitar seus veículos, suas casas, lojas e se vestir ou adicionar algo característico, vai ajudar Nova Venécia a retomar essa cultura” Otamir Carlini
ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE