quinta-feira, fevereiro 29, 2024
spot_img
HomeEspírito SantoCasado e pai de três filhas: quem era o vigilante assassinado enquanto...

Casado e pai de três filhas: quem era o vigilante assassinado enquanto dirigia em Jaguaré

Robson Souza Alves, de 32 anos, teve o carro pareado por duas motos, e foi morto.

O vigilante escolar, Robson Souza Alves, de 32 anos, era casado e pai de três filhas ainda menores de idade. Ele foi assassinado a tiros na tarde desta sexta-feira (21), feriado de Tiradentes, enquanto dirigia o próprio carro próximo à comunidade de São Roque, em Jaguaré.

Publicidade

Segundo a Polícia Militar, por volta de 13h45, duas motos se aproximaram do veículo da vítima e “metralharam” o veículo. Robson foi atingido por, aproximadamente, 12 tiros. Após a vítima ser baleada, o carro bateu em um poste. Segundo a PM, a motivação do crime é desconhecida.

Publicidade

Procurada pela Rede Notícia, a Polícia Civil informou que a perícia foi acionada na tarde desta sexta-feira (21), por volta das 14h15, para uma ocorrência de homicídio por arma de fogo, na região de São Roque, em Jaguaré.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares para ser necropsiado e liberado para os familiares. O caso seguirá sob investigação da Delegacia de Polícia de Jaguaré e até o momento nenhum suspeito foi detido. A população pode denunciar através do Disque-denúncia (181) qualquer tipo de irregularidade, ilegalidade ou repassar informações que ajudem as polícias na elucidação de delitos ou infrações. A ligação é gratuita e pode ser realizada em qualquer município do Estado.

Repercussão

Nas redes sociais, uma tia da vítima escreveu: “Meu sobrinho era um homem trabalhador, ótimo pai e esposo. Que Deus console sua companheira e suas três filhas. A dor é grande. A gente nem acredita no que está acontecendo”, disse.

“Quanta crueldade meu Deus. Que Deus conforte toda família. Ele foi um grande homem, gentil, e cuidou muito bem da sua família. Descanse em paz Robinho”, escreveu uma amiga da família nas redes sociais.

Outra escreveu: “Jaguaré virou terra sem lei? Cadê as autoridades deste lugar? Deus conforte a família”.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE