domingo, maio 19, 2024
spot_img
HomeCotidianoCASO GÉSSICA: Audiência de instrução e julgamento é realizada no Fórum

CASO GÉSSICA: Audiência de instrução e julgamento é realizada no Fórum

Aconteceu na tarde de ontem, no Fórum de Nova Venécia, a 1ª audiência de instrução e julgamento para oitivas das testemunhas arroladas pelo Ministério Público do caso envolvendo a enfermeira Géssica de Sá Soto, agredida durante uma festa na madrugada de 15 de outubro do ano passado.
Esta foi a primeira oportunidade que a defesa dos acusados Braz Veloso Pianissoli e Alender Doná Paixão, tiveram de indicar testemunhas na ação. Durante a audiência, o advogado dos réus, Caio Ribeiro, atendeu a reportagem da Rede Notícia e fez uma breve explanação sobre o momento. “Temos a consciência da inocência dos acusados e que pese alguns relatos no sentido contrário, mas temos a certeza e a convicção de que eles serão desconstruídos. Terão a sua credibilidade infirmada pelo magistrado quando na sua análise própria. O magistrado vai analisar a credibilidade dessas provas e nós confiamos de que esses poucos relatos contrários aos réus que sugerem alguma irregularidade, terão a sua credibilidade infirmada pelo juiz no momento próprio”, disse.
Encerrada essa fase, o juiz vai proferir uma sentença de pronúncia ou impronúncia. “Ele vai avaliar todos os depoimentos e todo o conjunto probatório e vai decidir a respeito da remessa ou não ao tribunal do júri”, afirmou Caio.
Durante a audiência, foram ouvidas oito testemunhas da acusação e oito da defesa. Além dessas, uma outra testemunha será ouvida na Comarca de Jaguaré. “Por isso, a instrução não foi encerrada hoje. Temos que aguardar a oitiva dessa testemunha na comarca de Jaguaré, o que ainda não tem data marcada”, disse o advogado.
Após isso, as partes apresentam suas alegações e o juiz decide a respeita da remessa. “Nós confiamos que a sentença será de impronúncia, promovendo a desqualificação do crime para lesão corporal e continuamos confiando numa sentença de improcedência no final de tudo”, finalizou.
De acordo com a advogada de defesa de Géssica de Sá Soto, Jaqueline Cazoti, a audiência seguirá em continuação no dia 06 de março em função da falta de uma testemunha de defesa.
“As testemunhas que presenciaram o fato do início ao fim foram bastante categóricas em descrever a forma como a Géssica foi agredida, bem como a responsabilidade individual de cada um dos autores. Estamos apenas esperando a chegada do laudo do IML onde ela foi submetida a exames para serem diagnosticadas as lesões para concluirmos se elas, por sua natureza e sede, representaram perigo, não apenas à sua integridade física, mas também à sua vida, para dizer se o ato é uma lesão corporal de natureza média, natureza grave, ou mesmo uma tentativa de homicídio, conforme consta na denúncia”, disse.
Em relação ao estado clínico de Géssica, Jaqueline disse que a jovem teve considerável progressão após as cirurgias, no entanto, terá que fazer alguns tratamentos. “Ela perdeu o paladar em uma da região do seu sistema da região bucal, não consegue distinguir o quente do gelado e essa recuperação, no que tange a isso, é mais a longo prazo. Além disso, ela teve que fazer sessões de fisioterapia e um tratamento psicológico e psiquiátrico, porque ficou com o emocional muito abalado”.

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE