quinta-feira, julho 25, 2024
spot_img
Home Boa Esperança Como anda investigação sobre seringueiro assassinado há 8 meses em Boa Esperança

Como anda investigação sobre seringueiro assassinado há 8 meses em Boa Esperança

0
Como anda investigação  sobre seringueiro assassinado há 8 meses em Boa Esperança
Polícia afirma que seringueiro foi assassinado. Corpo foi achado de bruços. Crédito: Leitor / Rede Notícia / Arquivo
Polícia afirma que seringueiro foi assassinado. Corpo foi achado de bruços com marcas de tiros. Crédito: Leitor / Rede Notícia

O assassinato do seringueiro Edson da Silva Santos, de 37 anos, completou oito meses nesta quarta-feira (8). Morto a tiros, o corpo de Edson foi encontrado por volta de 14h do dia 8 de março deste ano na plantação de seringueira, onde ele trabalhava desde os 13 anos de idade, no Córrego Água Fria, próximo ao distrito de Sobradinho, em Boa Esperança, no Norte do Espírito Santo. A Polícia Civil, responsável pela investigação, disse que o caso segue sob investigação da Delegacia de Boa Esperança, e que “detalhes não serão divulgados, por enquanto”.

Publicidade

Corpo de Edson Silva Santos tinha marcas de tiros. Crédito: Facebook / Reprodução

Assassinado no trabalho

Edson da Silva Santos, de 37 anos foi encontrado morto na tarde do dia 8 de março, em meio a uma plantação de seringueira, onde ele trabalhava, no Córrego Água Fria, próximo ao distrito de Sobradinho, em Boa Esperança.

Publicidade

Na época, a Rede Notícia teve acesso ao Boletim de Ocorrência formulado pela Polícia Militar. Nele, foi narrado que quando os policiais chegaram ao local, o corpo da vítima estava caído de bruços.

O irmão da vítima contou aos policiais militares, que Edson era um homem trabalhador e sem vícios, que havia saído de casa (no distrito de Sobradinho) para trabalhar na terça-feira (7) e não havia retornado, sendo encontrado morto por volta de 14h do dia seguinte, quarta-feira, 8 de março.

A ocorrência narra que o perito da Polícia Civil constatou, no local do crime, dois tiros no corpo da vítima, sendo um em cada braço. Havia também uma lesão na cabeça, provocada por ação contundente.

Moto encontrada dias após o crime

Familiares contaram que apesar do corpo de Edson só ter sido encontrado no dia 8 de março, ele havia saído de casa para trabalhar, com a moto que lhe pertencia, na manhã do dia anterior – 7 de março – e a partir disso, não foi mais visto.

A motocicleta foi encontrada no dia 15 de março, pelos próprios familiares, durante uma varredura, em meio a uma plantação de café que fica bem próxima à plantação de seringueira onde a vítima trabalhava e foi assassinada.

O veículo foi recolhido pela Polícia Militar. Apesar de ser questionada pela reportagem, a Polícia Civil, nunca informou se a moto foi submetida à perícia para a colheita de vestígios, como impressões digitais. O celular da vítima nunca foi encontrado.

Vítima feliz antes do crime

Familiares cederam um vídeo para a reportagem onde Edson aparece feliz, com uma garrafa de cerveja em uma das mãos, dançando, como quem amava a vida. O vídeo é de meses antes do crime. ASSISTA:

Vídeo mostra seringueiro que foi assassinado, feliz em dia de confraternização com a família. Crédito: Acervo familiar

Sobre o caso