sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img
HomeDestaqueContas do prefeito Barrigueira são aprovadas pelo TCES

Contas do prefeito Barrigueira são aprovadas pelo TCES

Pelo terceiro ano consecutivo, as contas do prefeito de Nova Venécia, Lubiana Barrigueira, foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo. O resultado veio após análise técnico-contábil que concluiu que não há nenhum tipo de irregularidade que pudesse gerar outro resultado.

Publicidade

As contas são referentes ao exercício de 2015 e representam a responsabilidade fiscal e a eficiência da administração em aplicar os recursos destinados ao município.

Publicidade

A sessão de aprovação foi realizada no dia 26 de julho. A publicação saiu no Diário Oficial nesta segunda-feira (28). Foram avaliados dados com base nas peças contábeis e prestação de contas anual do balanço patrimonial, balanço orçamentário, balanço financeiro e instrução normativa, não sendo encontradas inconsistências.

Para o prefeito Lubiana Barrigueira, essa aprovação é um reflexo do compromisso da equipe administrativa, que sempre se manteve firme e comprometida com a responsabilidade fiscal. “Buscamos transparência na gestão e para isso disponibilizamos informações orçamentárias à população e priorizamos investimentos em políticas públicas com responsabilidade. A aprovação do exercício de 2015 é mais uma prova desse compromisso. Como gestor é motivo de orgulho ter pelo terceiro ano consecutivo as contas aprovadas. Isso mostra a responsabilidade e organização que vem sendo aplicada na prefeitura por toda a nossa equipe, além da responsabilidade social e fiscal”, afirmou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Finanças, foram investidos com recursos próprios do orçamento de 2015 em educação 31,03%, saúde 23,35%, valores maiores que o obrigatório, que são 25% e 15%, respectivamente.

Com pessoal foram gastos 50,96%, ou seja, o município aplicou os percentuais obrigatórios estipulados pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), não ultrapassando o limite de gastos que é de 54% de toda receita corrente líquida.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE