quarta-feira, fevereiro 28, 2024
spot_img
HomeDestaqueCorpo de padre Carlos Furbetta e outros nove sacerdotes serão exumados...

Corpo de padre Carlos Furbetta e outros nove sacerdotes serão exumados nesta terça-feira (25)

Após cerimônia que será realizada no Cemitério São Marcos, restos mortais serão transportados e alojados na nova cripta, localizada atrás do altar da Igreja São Marcos

Dez corpos de padres combonianos serão exumados e deslocados do Cemitério São Marcos, para uma cripta, que foi construída como forma de homenagear os sacerdotes, que atuaram na Diocese de São Mateus. A solenidade acontece nesta terça-feira, dia 25, e terá início no cemitério, às 8h30, com momento de oração. Logo após, os restos mortais dos padres, que serão transportados por uma funerária, em pequenos caixões, serão alojados na cripta, local que também contará com momento de fé, tudo sob comando do padre Enizael, que junto com a Paróquia São Marcos, é idealizador do memorial.

Publicidade

“A ideia foi de homenagear estes padres, que tanto fizeram por Nova Venécia e região. Eles são todos estrangeiros e deixaram suas famílias, para dedicar suas vidas ao próximo. Aqui nós temos escola, hospital e muitas outras obras, desenvolvidas por eles, que vieram para cá, trabalharam e estão sepultados longe de seu país, de sua gente. Meu objetivo é o de trazer os restos mortais destes padres, para mais perto da igreja, é uma forma de cuidar, de zelar por quem tanto se doou”, explica Padre Enizael.

Publicidade

A cripta fica localizada embaixo do altar da Igreja Matriz, na parte de trás do templo, local que já foi espaço de escola, sala de reuniões, entre outros projetos.

» Continentes que padres combonianos exerceram missões, África, Europa, Oceania, e America, foram representados em tecidos, revestidos em cada pilastra da cripta
» Após exumação, restos mortais dos 10 padres combonianos serão alojados no
espaço reservado reservado para cada um deles
» Restos mortais de Padre Carlos Furbetta terá lugar na cripta
» Batina de padre Carlos Furbetta está em exposição na cripta

De acordo com o pároco, o memorial comboniano tem capacidade para 40 lugares; “No túmulo do São Marcos existem 11 corpos de padres combonianos. No momento estamos trazendo somente 10 porque, o outro corpo é de um padre que faleceu há pouco tempo” narra o pároco.

A obra iniciou há cerca de um ano, e é assinada pela arquiteta Kátia Pezzin. “O local desta cripta tem muita história, o espaço faz parte do primeiro cemitério de Nova Venécia “A população está convidada para as cerimonias, tanto no cemitério, quanto no memorial. Teremos a presença também do padre Jovercino Siqueira, que virá de Vitória para cá, para representar os missionários combonianos e também, os padres da Diocese de São Mateus”, revela Enizael.

“No túmulo do São Marcos existem 11 corpos de padres combonianos. No momento estamos trazendo somente 10 porque, o outro corpo é de um padre que faleceu há pouco tempo”, Padre Enizael
» Momento de fé será celebrado na cripta por padre Enizael

Padres que serão exumados

1) PE. CARLOS FURBETTA
*Fabiano (AN), Itália – 08/07/1920
+Vitória (ES), Brasil – 24/07/2002

2) PE. GIANNI BARTESAGHI
*Romanó Brianza (CO) – 05/02/1929
+São Mateus (ES) – 19/01/1991

3) PE. SIMONE CIVALLERO
*Cuneo – 17/07/1921
+Guriri, São Mateus (ES) – 22/09/2011

4) PE. DOMINGOS FERREIRA OLIVEIRA
* 23/03/1942
Ordenação 17/12/1966 (por dom José Dalvit)
+22/08/2012

5) PE. JOSÉ LAERA
*Castellaneta (TA) – 13/12/1937
+Guriri, São Mateus (ES) – 26/05/2010

6) PE. ANTÔNIO ZAGOTTO
*Vestenanova (VR) – 16/06/1925
+Guriri, São Mateus (ES) – 30/5/2014

7) PE. ÂNGELO COMPRI
*Buttapietra (VR) – 03/04/1929
+Guriri, São Mateus (ES) – 04/02/2013

8) PE. MÁRIO STELLA
*Asiago (VI) – 27/01/1928
+São Mateus (ES) – 24/07/2015

9) PE. SANTE CORDIOLI
*Roverbella (Mántova, Itália) – 03/12/1924
+Guriri, São Mateus (ES) – 02/06/2015

10) PE. GIUSEPPE CAVALIERI
*Sant’Ângelo D´Alife – 27/03/1939
+Serra (ES) – 18/01/2021


Moradores sepultados no primeiro cemitério também serão homenageados

O primeiro cemitério de Nova Venécia já foi extinto, mas, para quem não sabe, fica localizado na parte de trás da Igreja São Marcos. Todo terreno, inclusive onde está a cripta que será inaugurada, era local de sepultamento dos corpos de quem vinha a óbito por aqui.

Na área, estão sepultados corpos de moradores desde 1899 até 1955, data em que foi inaugurado o Cemitério do Bonfim. “O cemitério foi extinto, não existe túmulo, nada, e quem teve seus familiares enterrados ali, agora terá a possibilidade de ter uma homenagem, em um painel que está instalado dentro da cripta”, explica padre Enizael.

“O cemitério foi extinto, não existe túmulo, nada, e quem teve seus familiares enterrados ali, agora terá a possibilidade de ter uma homenagem, em um painel que está instalado dentro da cripta”

Padre Enizael

Em um levantamento feito pelo historiador Rogério Piva, de início, o painel irá conter 700 nomes de sepultados, entre os anos de 1899 a 1938.

“Estamos providenciando a sequência, para chegar até o ano de extinção do cemitério, para dar continuidade homenageando, moradores sepultados ali também. É mais uma forma de presentear nossa população, pois são pessoas que deram início à construção de Nova Venécia”, pontua o padre.

De acordo com a Paróquia São Marcos, a homenagem aos sepultados no primeiro cemitério de Nova Venécia será instalada na cripta em breve.

» Memorial vai contar com lista de 700 nomes de sepultados no primeiro cemitério de Nova Venécia
ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE