quinta-feira, fevereiro 29, 2024
spot_img
HomeCrimeCovas foram abertas lado a lado para ocultar corpos de adolescentes em...

Covas foram abertas lado a lado para ocultar corpos de adolescentes em Sooretama

Wellington Gomes Simão, de 14 anos, Carlos Henrique do Nascimento Trajano, de 15, e Kauã Loureiro Corrêa, de 15 anos estavam desaparecidos desde o dia 18 de agosto,

Uma foto a qual a Rede Notícia teve acesso, mostra três covas abertas lado a lado, em meio a uma plantação de eucalipto, onde foram ocultados os corpos dos adolescentes Wellington Gomes Simão, de 14 anos, Carlos Henrique do Nascimento Trajano, de 15, e Kauã Loureiro Corrêa, de 15 anos, desaparecidos desde o dia 18 de agosto, em Sooretama. Os cadáveres, em adiantado estado de decomposição, foram achados nesta sexta-feira (1º), na Zona Rural do município.

Publicidade

A informação foi confirmada às 16h53 pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) do Espírito Santo. A pasta marcou uma entrevista coletiva para 18h15. Um helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer) está no local, e transportou o secretário de Segurança, coronel Alexandre Ramalho.

Publicidade
Wellington Gomes Simão, de 14 anos, Carlos Henrique do Nascimento Trajano, de 15, e Kauã Loureiro Corrêa, de 15 anos, Crédito: Reprodução / Montagem Rede Notícia

O desaparecimento

Wellington Gomes Simão, de 14 anos, Carlos Henrique do Nascimento Trajano, de 15, e Kauã Loureiro Corrêa, de 15 anos moravam no bairro Sayonara, em Sooretama. Eles foram vistos vivos pela última vez no dia 18 de agosto, quando teriam ido a um bairro vizinho para ver um homem baleado após um tiroteio. Depois disso, desapareceram.

No dia 23 de agosto, a Polícia Civil apreendeu um veículo, durante as buscas, com vestígios de sangue. Os investigadores apontaram, sem detalhar, que o carro poderia ter sido usado para transportar os adolescentes. A perícia confirmou que o sangue era humano, e no dia 25 de agosto, os familiares dos três rapazes foram cederam material genético para exames. Os resultados, no entanto, sairiam em até 30 dias.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE