segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
HomeNorte do ESDesaparecimento de menina de 14 anos em Pinheiros completa 11 dias sem...

Desaparecimento de menina de 14 anos em Pinheiros completa 11 dias sem respostas

Samanta Teixeira de Oliveira Teodoro, de 14 anos, foi vista pela última vez no dia 22 de março, no distrito de Sobrado.

Chegou ao 11º dia nesta terça-feira (2), o desaparecimento da menina  Samanta Teixeira de Oliveira Teodoro, de 14 anos, vista pela última vez no dia 22 de março, no distrito de Sobrado, zona rural de Pinheiros, no Norte do Espírito Santo. A Polícia Civil investiga o caso e informou que diligências estão em andamento na Delegacia de Polícia (DP) da cidade.

Publicidade

Entenda o caso

Samanta desapareceu na noite do dia 22 de março, quando saiu da casa dos avós com quem mora, no Assentamento Olinda I, para ir ao distrito de Sobrado, ambos os endereços localizados na zona rural de Pinheiros.

Publicidade

Segundo Jocilene Teodoro, tia da vítima, Samanta residia com a mãe e há três meses foi morar com os avós. Na sexta-feira (22), a adolescente saiu da casa dos avós para ir ao distrito de Sobrado, onde se encontraria com uma colega da mesma faixa etária dela. A colega afirma tê-la visto, mas depois se separaram e perderam contato na mesma noite. Desde então, Samanta não foi encontrada.

“Ela saiu com a roupa do corpo. Até hoje não sabemos nada do paradeiro dela. Nem um sinal. Estamos sem saber o que fazer, desesperados, sem notícias dela”, disse a tia. Qualquer informação que possa apontar o paradeiro de Samanta, pode ser repassada pelos telefones: (27) 99935-4272 – Jocilene; (27) 99773-6771 – Jocimara; que são tias da Samanta.

Procurada pela Rede Notícia, a Polícia Civil informou que as investigações e as diligências da Delegacia de Pinheiros estão em andamento, porém até o momento ela não foi localizada. A corporação informou que informações que possam auxiliar no trabalho de investigação de pessoas desaparecidas podem ser repassadas de forma sigilosa por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE