domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
HomeCrimeDois jovens de São Gabriel da Palha são assassinados a tiros em...

Dois jovens de São Gabriel da Palha são assassinados a tiros em Vila Valério

As vítimas foram identificadas como Átila Andrade Santos e Bryan D'Luca Liberato.

Dois jovens, moradores de São Gabriel da Palha, foram assassinados a tiros, na noite de sexta-feira (8), na localidade de São Jorge da Barra Seca, Zona Rural de Vila Valério. As vítimas foram identificadas como Átila Andrade Santos e Bryan D’Luca Liberato. As idades deles não foram divulgadas.

Publicidade

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para verificar disparos de arma de fogo e no local e, em primeiro momento, localizou um homem alvejado, já em óbito. Já durante o trabalho da perícia, foi constatado que havia outra vítima, também já sem vida, caída em outro local. Testemunhas contaram aos policiais que as vítimas, desconhecidas em São Jorge da Barra Seca, chegaram em uma motocicleta e a estacionaram, e ali permaneceram. Um tempo depois, apareceu dois suspeitos que efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra os rapazes.

Publicidade

Ainda conforme a PM, um dos jovens morreu na área de Vila Valério, outro tentou correr, atravessou o rio a nado, e morreu no território de São Mateus. A Polícia Militar informou que apreendeu uma submetralhadora caseira, um carregador alongado para munição, uma munição calibre .380, oito papelotes de cocaína e duas pedras de crack. Os materiais apreendidos foram levados para uma delegacia da região.

Os corpos de Átila e Bryan foram velados neste sábado (9), em uma capela mortuária em São Gabriel da Palha, e sepultados na manhã deste domingo (10), no Cemitério Santa Cecília, na cidade.

Procurada pela Rede Notícia, a Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Delegacia de Polícia (DP) de Vila Valério e até o momento nenhum suspeito foi detido.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, para serem necropsiados e, posteriormente, liberados para os familiares. A população pode denunciar através do Disque-denúncia (181) qualquer tipo de irregularidade, ilegalidade ou repassar informações que ajudem as polícias na elucidação de delitos ou infrações. A ligação é gratuita e pode ser realizada em qualquer município do Estado.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE