domingo, abril 14, 2024
spot_img
HomeDestaqueEscolas da rede municipal de ensino de Nova Venécia recebem alimentos da...

Escolas da rede municipal de ensino de Nova Venécia recebem alimentos da agricultura familiar

As escolas da rede municipal de Nova Venécia começaram a receber, esta semana, os primeiros alimentos produzidos pela agricultura familiar.

Publicidade

Ao todo, 06 associações de agricultores familiares foram habilitadas para fornecimento de gêneros alimentícios da merenda escolar para as 57 unidades de ensino, além da APAE, Lar de Abigail e MPES Chapadinha. Entre os produtos da lista estão abóbora, aipim, alface, banana-da-terra, banana-prata, pepino, couve, inhame, ovos, mexerica, cenoura, laranja, limão, alho, batata-doce e biscoito caseiro.

Publicidade

Os alimentos, utilizados tanto para o almoço e jantar, quanto para o lanche, são preparados de acordo com um cardápio nutricional, que é elaborado a partir dos alimentos fornecidos.

“Além da qualidade desses produtos, oferecemos aos nossos alunos uma refeição com nutrientes necessários para uma alimentação mais saudável e equilibrada”, disse a secretária municipal de educação.

Segundo a chefe da administração de merenda escolar da Secretaria Municipal de Educação (Seme), existe uma logística para o envio e controle dos alimentos que chegam às escolas.

“As entregas ocorrem semanalmente nas unidades escolares, seguindo cronograma e rota previamente estipulados. Temos o cuidado de orientar os diretores que façam o registro do recebimento e conferência das quantidades, e, principalmente, da qualidade dos produtos”, ressaltou.

A merenda escolar é adquirida por meio de verbas federais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Programa Municipal de Alimentação Escolar (PMAE), repassadas mensalmente pelo município às escolas. Segundo a legislação vigente, 30% do volume de alimentos destinados às escolas devem ser oriundos da agricultura familiar.

A rede municipal de ensino de Nova Venécia conta hoje com quase 7.200 alunos matriculados na cidade e no campo. O valor da aquisição dos produtos é de mais de R$ 1 milhão, que serão pagos aos agricultores familiares no prazo de vigência do contrato, que será de 12 meses.  

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE