quarta-feira, fevereiro 21, 2024
spot_img
HomeCotidianoAgriculturaEscolas de Nova Venécia participam do Programa Agrinho

Escolas de Nova Venécia participam do Programa Agrinho

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), tem 33 escolas, da educação infantil ao ensino fundamental, entre campo e cidade, participando do Programa Agrinho 2023 e realizando atividades que promovem o trabalho com os Temas Contemporâneos Transversais (TCTs), na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Publicidade

As escolas fizeram adesão durante os meses de maio a agosto e desenvolveram atividades relacionadas ao tema geral do programa em 2023 que é “Criando conexões, fortalecendo o Agro”, focando no empreendedorismo e no cooperativismo.

Publicidade

Os alunos da EMEIEF “Santa Rosa da Cachoeirinha” fizeram visitas técnicas a pequenos empreendedores. Com a pequena empreendedora de pintura e bordados em tecido, os estudantes puderam ver como ela consegue ajudar nas despesas de casa, e visitaram também o senhor Thyer Drago, que ensinou a técnica de plantar, colher e fazer vassouras de melga, vendidas por ele pelo valor de 25 reais. Posteriormente, foi a vez da escola receber pequenos empreendedores como a senhora Tereza Machado Inácio, que produz e vende colorau. Com os aprendizados, os alunos produziram na escola chup-chup, feito com frutas da terra como araçá e maracujá, e venderam na comunidade.

A EMEIEF Cedrolândia recebeu a empreendedora Marineusa Farias dos Santos que ensinou aos alunos como ela faz vassouras com garrafas PETs. Já a escola EMEIEF “Francisco Tavares Renes” realizou a I Feira de Troca Solidária da Agricultura Familiar, seus alunos também estiveram conhecendo o trabalho realizado na propriedade de Pedro Paulo Colonna e na loja física da Associação “Universo Orgânico”.

E em outro momento, foi realizado um intercâmbio com a EMCOREIEF “Santa Helena” para uma palestra com agrônoma da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG) e pioneira no Norte do Espírito Santo com a produção de cogumelo shitake, para falar sobre “Empreendedorismo Rural”. Com aquisição de sementes e mudas, as famílias dos alunos e parceiros da escola implantaram a Horta Agroecológica na unidade de ensino, da qual se utilizou tudo que foi produzido na I Feira de Troca Solidária, e, como complemento da alimentação escolar.

Na EMEF Tito dos Santos Neves, a empreendedora María Aparecida Bonomo Biral que falou e mostrou suas produções feitas com alimentos naturais, os quais são vendidos na Feira Municipal e no Hortomercado da cidade, mostrando que é possível empreender e fazer a conexão entre o campo e a cidade de forma sustentável.

Após o desenvolvimento dos trabalhos nas escolas, crianças da educação infantil e alunos do 1º ao 3º ano do ensino fundamental produziram desenhos, e alunos do 4º ao 9º fizeram uma produção textual para concorrer na etapa municipal. Destes, 23 alunos e duas professoras de onze escolas tiveram seus trabalhos selecionados pela Comissão Julgadora da Etapa Municipal para concorrerem à etapa estadual, como é possível conferir na listagem abaixo:

  • EMEIEF LUZIA ZOTELLE PARTELE
  • EMCOREIEF SANTA HELENA
  • EMEFTI PROFESSORA ARLENE GERALDO
  • EMEIEF CÓRREGO DA TRAVESSIA
  • EMEIEF CEDROLÂNDIA
  • EMEFTI BAIRRO ALTOÉ
  • EMEF TITO SANTOS NEVES
  • EMEIEF SANTA ROSA DA CACHOEIRINHA
  • EMEF VENECIANO
  • EMEIEF FRANCISCO TAVARES RENES
  • EMCOREF GAVIÃOZINHO
ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE