sábado, abril 20, 2024
spot_img
HomeDestaqueEscolas de Nova Venécia recebem prêmio estadual por excelência em alfabetização

Escolas de Nova Venécia recebem prêmio estadual por excelência em alfabetização

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), esteve presente, nesta segunda-feira (27), na cerimônia de entrega do “Prêmio Escola que Colabora”, no Palácio Anchieta, em Vitória, com o governador do Estado, Renato Casagrade, o secretário de Estado da Educação, Vitor de Ângelo, o secretário de Articulação Intersetorial e com os Sistemas de Ensino (Sase), do Ministério da Educação (MEC), Maurício Holanda Maia. 

Publicidade

O prefeito de Nova Venécia, André Fagundes, participou da cerimônia, acompanhado da secretária Municipal de Educação, Wanessa Zavarese Sechim, da coordenadora municipal do Paes e do Ensino Fundamental Anos Iniciais da Seme, Maria da Penha Pansiere, da diretora da EMEIEF Lourdes Scardini, Elaine Faria Boldrini, e do diretor da EMEIEF Regina Alves Dutra, Rydeson Catrique, escolas que receberam o Prêmio Escola que Colabora na categoria premiada.

Publicidade

O objetivo do Prêmio é, por meio do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), valorizar as instituições com os melhores indicadores educacionais, visando a promover a isonomia na educação capixaba e a estabelecer relações de cooperação técnico-pedagógicas entre as escolas da rede pública estadual e municipal do Estado do Espírito Santo.

O Prêmio Escola que Colabora consiste em um programa da Secretaria da Educação (Sedu), que estabelece a premiação no valor de R$ 70 mil para escolas premiadas, com os melhores indicadores educacionais no Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo (Paebes), referentes ao ano anterior à edição do Prêmio; e  R$ 50 mil para escolas apoiadas, com indicadores educacionais mais desafiadores. O objetivo é, por meio de práticas educacionais exitosas compartilhadas, qualificar a educação das escolas apoiadas e, por consequência, melhorar seus índices.

Nova Venécia conta, desde 2021, com uma Proposta Pedagógica de ações definidas para a alfabetização, que conseguiu executar com a articulação de parceiros como o Espírito Santo em Ação, o Instituto Natura, a Fundação Lemann com o programa Educar pra Valer, e com o Paes, do Governo do Estado, alinhados à readequação do currículo, à formação continuada em serviço, aquisição de materiais pedagógicos complementares, avaliações diagnósticas e ao Assessoramento Pedagógico nas escolas, resultando em um programa de Fortalecimento da Aprendizagem, tanto para o campo, como para a cidade.

“Este ano, o Município não teve nenhuma escola na categoria apoiada, comprovando que as ações foram efetivas. Isso significa que o desempenho de todas as unidades de ensino da rede municipal avançaram com muita paridade, sem que nenhuma ficasse para trás”, relatou a secretária de Educação.

Para Rydeson, o evento e a premiação, além de proporcionarem melhorias para impacto na aprendizagem, tornam possíveis escolas do campo serem também destaques, como é o caso da escola da comunidade de Boa Vista, EMEIEF Regina Alves Dutra. “Esse benefício nos motiva a buscar cada vez mais por melhorias em prol de nossos alunos, que são os reais protagonistas de tudo isso! A responsabilidade aumenta, mas é um misto de emoções. Estou na condição de gestor da escola hoje, mas sou ex-aluno dela e sinto orgulho em ver os alunos de agora conquistando prêmios como este. Os holofotes são todos deles e de nossa equipe tão competente”.

A diretora Elaine Boldrini, disse que se baseia  nas palavras do filósofo Cortella para emitir o que pensa sobre a conquista da escola. “‘Para caminhar rumo à excelência é preciso fazer o melhor, em vez de contentar-se com o possível’. Acredito que a equipe da EMEIEF Lourdes Scardini recebeu hoje essa premiação pelo compromisso, dedicação, entrega e amor pelo fazer-pedagógico, por isso alcançamos esse êxito.  Muito orgulho de pertencer a um grupo que acredita que a Educação, com seriedade, transforma vidas. Esse prêmio é referente ao ano de 2022, e, naquele momento, as professoras do 2º ano eram Kellen Cristina Santana e Adenice Ventorin, dignas desta honraria”.

A professora Kellen Cristina Santana se emocionou ao saber do prêmio. “E é nessa imagem do abraço (se referindo à logomarca do Paes), que as coisas de fato acontecem. Precisamos sempre abraçar a causa para que de fato o sucesso seja alcançado”, afirmou.

 

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE