segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
HomeDestaqueFarinheira é inaugurada em comunidade quilombola de Conceição da Barra

Farinheira é inaugurada em comunidade quilombola de Conceição da Barra

A comunidade quilombola Coxi, localizada no município de Conceição da Barra, Norte do Espírito Santo, inaugurou, na última sexta-feira (17), a farinheira comunitária, construída em parceria com a Suzano, empresa que é referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto. A inauguração contou com a participação de representantes da empresa e da comunidade local.

Publicidade

A farinheira, que antes funcionava em uma estrutura antiga e deteriorada, foi totalmente reformada e adaptada para atender as necessidades dos associados. A estrutura está sob a administração da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Coxi e será mais uma alternativa de renda para a comunidade.

Publicidade

“A produção de beiju e farinha é tradicional na comunidade, atravessa gerações e é uma das principais fontes de renda das famílias daqui. A farinheira é fundamental para fazer o processamento da mandioca, estamos muito felizes com essa conquista”, afirma a agricultora Ana Maria Soares, acrescentando que a comunidade tem mais de 40 famílias.

O imóvel tem 30 metros quadrados de construção e conta com banheiros, área para o processamento da mandioca, área de secagem, além de ser equipada com ralador, prensa, forno elétrico e outros equipamentos.

A estrutura tem conceito sustentável, dando destinação adequada a todos os resíduos. As sobras são utilizadas na produção de ração animal, adubo orgânico e fertilizante, gerando economia para a comunidade.

Conforme a agricultora Maria Cristina Florentino, a produção de farinha e beiju da Associação é destinada ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, além de ser comercializada nas feiras livres de Conceição da Barra. “Vamos conseguir aumentar a produção e acelerar todo o processo, uma vez que agora contamos com maquinário adequado. Essa nova estrutura atende as nossas necessidades e a expectativa é de aumentar o retorno financeiro às famílias envolvidas”, diz Maria.

O apoio para a reforma da farinheira é uma ação de fortalecimento do relacionamento da Suzano com comunidades vizinhas, que visa fortalecer o diálogo e construir, de forma participativa, soluções conjuntas para geração de trabalho e renda, segurança e soberania alimentar a partir do desenvolvimento da agricultura familiar e suas redes.

A consultora de Desenvolvimento Social da Suzano, Rafaela Satiro de Souza Cavalcanti, esclarece que a ação está alinhada com o compromisso social da companhia. “Nossos projetos com comunidades vizinhas buscam a geração de renda e a melhoria da educação, possibilitando empoderamento, qualidade de vida e autonomia financeira às pessoas. Queremos contribuir para a diminuição da pobreza e buscamos um relacionamento saudável e diálogo aberto com as comunidades”, afirma.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE