sábado, fevereiro 24, 2024
spot_img
HomeColatinaFilha de ex-prefeito: quem era a médica encontrada morta em hotel de...

Filha de ex-prefeito: quem era a médica encontrada morta em hotel de Colatina

Juliana Ruas El-Aouar, de 44 anos, é filha do ex-prefeito de Teófilo Otoni, Samir Sagi El-Aouar.

Uma médica mineira identificada como Juliana Ruas El-Aouar, de 39 anos, foi encontrada morta, com hematomas no corpo, dentro do quarto de um hotel onde se hospedou com o marido, na manhã deste sábado (2), em Colatina, no Norte do Espírito Santo. O marido dela, ex-prefeito de Catuji (MG), Fuvio Luziano Serafim, e o motorista do casal foram levados para a Delegacia. Juliana é filha do ex-prefeito de Teófilo Otoni, em Minas Gerais, o também médico Samir Sagi El-Aouar.

Publicidade

Médica é encontrada morta com hematomas no corpo em quarto de hotel em Colatina. Crédito: Getty Images

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para verificar a informação de que teria ocorrido um assassinato em um hotel da cidade. No local, os PMs foram recebidos pelo gerente do hotel que informou que havia uma hóspede em um quarto com o marido, no terceiro andar, e em um quarto ao lado, o motorista do casal. Segundo o gerente, outros hóspedes reclamaram de barulho e bagunça vindos do quarto do casal durante a madrugada. Na manhã deste sábado, o marido da médica apareceu na recepção, alterado, querendo pagar a conta e alegando que a esposa estaria passando mal e teria desmaiado. O Samu/192 foi acionado, e constatou o óbito no local.

Publicidade

Para os policiais militares, o homem contou que a esposa fez um procedimento cirúrgico na sexta-feira (1), e em seguida, jantaram em uma churrascaria, e foram para o hotel dormir. Na manhã deste sábado (2), segundo a versão dele, a mulher amanheceu desmaiada.

Segundo a PM, o marido da médica e o motorista do casal foram levados para a Delegacia Regional de Colatina.

A Polícia Civil informou que Fuvio Luziano Serafim, de 44 anos foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe mediante recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido, cometido contra a mulher por razões da condição de sexo feminino (feminicídio). Já o motorista do casal, de 52 anos, foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe mediante recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido. Ambos foram encaminhados ao sistema prisional. O caso seguirá sob investigação.

Repercussão

A Câmara de Vereadores de Teófilo Otoni (MG), divulgou nota em que expressa “solidariedade com a família de Juliana Ruas, filha do ex-prefeito e ex-vereador de Teófilo Otoni, Dr. Samir Sagi El-Aouar. Nossas condolências aos familiares e amigos enlutados”, diz a nota.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE