segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
HomeViolênciaGritos de socorro e corre-corre: mulher é assassinada a tiros e trio...

Gritos de socorro e corre-corre: mulher é assassinada a tiros e trio é preso em Colatina

Crime ocorreu nesta quinta-feira (30).

Uma mulher de 47 anos foi assassinada a tiros na madrugada desta quinta-feira (30), no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Um trio de suspeitos, flagrados saindo da casa da vítima, foram detidos e encaminhados à Delegacia.

Publicidade

De acordo com a Polícia MIlitar, no local, o solicitante informou que ouviu a vizinha pedindo socorro. Em seguida, ele ouviu o barulho semelhante a dois disparos de arma de fogo e viu quando um suspeito passou correndo. O solicitante afirmou ainda que viu uma mulher que também passou correndo. A equipe quebrou o cadeado de entrada da casa da vizinha do solicitante e a encontrou sem vida na escada da residência. A Polícia Civil foi acionada.

Publicidade

Ainda segundo a PM, na mesma rua, os policiais observaram que uma casa possuía câmeras de segurança. Os militares fizeram contato com o morador que forneceu uma cópia das imagens que mostrava três indivíduos passando correndo pelo local, dois homens e uma mulher. Buscas foram realizadas e um casal com as mesmas características das imagens foi abordado.

“Foi apresentado ao solicitante, inicialmente, uma foto dos abordados, que, imediatamente, reconheceu a mulher como a pessoa que passou correndo na rua após ele ouvir os disparos. Já o indivíduo abordado, o homem não conseguiu reconhecer, pois já havia passado correndo. Os abordados confessaram que estavam na casa da vítima. A mulher disse que ela e o namorado foram, juntamente, com um menor de 16 anos até a casa da vítima, pois eles iriam alugar o apartamento do andar de baixo da casa da vítima”, informou a PM.

“O casal estava no interior do apartamento da vítima quando se iniciou um desentendimento entre a moradora e o adolescente. Os dois teriam descido pela escada discutindo e o casal ouviu quando o menor efetuou disparos de arma de fogo contra a mulher, não sabendo precisar quantos foram. Após o fato, o casal deixou o local correndo. O adolescente já havia deixado a região”, narra a Polícia Militar.

Segundo a PM, o homem abordado narrou outra história. Ele afirmou que juntamente com a namorada e o adolescente foi até a casa da vítima para alugar o apartamento de baixo, no entanto ficou com ciúmes da moradora com a namorada e que ele disparou quatro vezes contra a moradora. Em seguida, ele deixou o local pulando o portão que estava trancado. A namorada também teria pulado o portão e deixou o local. Já o menor teria saído na frente do casal, porém o homem foi até o adolescente e entregou a arma do crime, um revólver. O adolescente teria ficado responsável por esconder o armamento.

Os militares foram até a residência do menor, que era bem próximo do local da abordagem, e fizeram contato com a tia-avó dele. A mulher informou que ele tinha acabado de chegar na residência. Os policiais conseguiram contato com o adolescente e o informaram sobre a acusação. O menor confirmou que foi até a casa da vítima a fim de alugar o apartamento de baixo, e que a moradora, sem motivo algum, pegou um facão e tentou acertar as costas dele. Para não ser atingido, ele deixou o local e não soube informar quem foi que efetuou os disparos contra a vítima. Os três abordados foram encaminhados para a 15ª Delegacia Regional de Colatina.

Procurada pelo portal REDENOTÍCIA.ES, a Polícia Civil informou que uma mulher, de 19 anos, e dois homens, de 16 e 23 anos, foram conduzidos à Delegacia Regional de Colatina. Os dois maiores de idade foram autuados por homicídio qualificado por motivo fútil, sendo encaminhados ao sistema prisional. O adolescente, de 16 anos, assinou um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (Boc) por ato infracional análogo ao crime de porte ilegal de arma de fogo. Após o familiar assumir o compromisso de comparecer ao Ministério Público quando solicitado, o adolescente foi reintegrado à família.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Colatina para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE