segunda-feira, maio 20, 2024
spot_img
HomeViolênciaIdosa é encontrada assassinada e adolescente confessa crime em Água Doce do...

Idosa é encontrada assassinada e adolescente confessa crime em Água Doce do Norte

A vítima foi identificada como Sebastiana Pereira Rodrigues, de 70 anos.

Uma mulher de 70 anos, identificada como Sebastiana Pereira Rodrigues, foi encontrada morta dentro de casa, com o corpo em estado de decomposição nesta terça-feira (23), no bairro Vila Nelita, em Água Doce do Norte, no Noroeste do Espírito Santo. Um adolescente de 17 anos, foi apreendido, e segundo a Polícia Militar, ele confessou ter assassinado a vítima no último sábado (20). O nome dele não será divulgado, conforme estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente (Ecriad). Fontes da PM informaram que a vítima era tia do adolescente.

Publicidade

Sebastiana Pereira Rodrigues tinha 70 anos. Crédito: Reprodução / Montagem Rede Notícia

De acordo com a PM, a corporação recebeu um chamado que dava conta de que a idosa não era vista desde o último sábado (20). Um sobrinho da vítima foi até a casa, e sentiu um forte odor vindo de dentro da residência. Ao entrar no imóvel, o sobrinho encontrou a tia morta e marcas de sangue pela residência.

Publicidade

A Polícia Militar informou que levantou informações que davam conta de que um adolescente, conhecido na localidade pela frequente prática de crimes, seria o principal suspeito de matar a idosa. Após buscas, o jovem foi encontrado, e durante depoimento dado na Delegacia Regional de Barra de São Francisco, o menor confessou ter assassinado a idosa.

O Boletim de Ocorrência ao qual a Rede Notícia teve acesso, detalha que o menor alegou ao delegado plantonista que a idosa estaria supostamente denunciando o tráfico de drogas na região, o que teria motivado o crime. Consta no documento que, pelo fato de o corpo estar em estado de decomposição, a perícia não conseguiu verificar na cena do crime, indícios de arma branca ou de fogo.

A Polícia Civil informou que o adolescente, de 17 anos, conduzido à Delegacia Regional de Barra de São Francisco foi ouvido e liberado, uma vez que foi constatado que o crime ocorreu no sábado e não havia situação flagrancial. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, onde passará pelo processo de necropsia. Posteriormente, será liberado para os familiares.

Sobre o caso 

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE