domingo, maio 19, 2024
spot_img
HomeCotidianoAgriculturaIncaper e Prefeitura fortalecem a cafeicultura em Vila Pavão

Incaper e Prefeitura fortalecem a cafeicultura em Vila Pavão

No início da tarde de ontem, o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) realizou com grande sucesso o “Dia Especial do Café Conilon” em Vila Pavão. O evento, que aconteceu no auditório Anton Fleischmann, teve como objetivo disseminar conhecimento e valorizar o café conilon, uma das principais culturas agrícolas da região e a principal fonte econômica do município.

Publicidade

O evento contou com a participação maciça dos produtores rurais e demais interessados no setor cafeeiro que puderam enriquecer seus conhecimentos por meio de palestras que abordaram temas como o cultivo, manejo, colheita e beneficiamento do café conilon. Além disso, o evento proporcionou o compartilhamento de conhecimento sobre tecnologias e práticas inovadoras, visando melhorar tanto a produtividade quanto a qualidade do café produzido na região.

Publicidade

As palestras ministradas por especialistas renomados do setor cafeeiro foram destaque. O pesquisador Tassio da Silva Souza abordou a Qualidade do Café, enquanto os engenheiros agrônomos Renan Batista Queiroz (Manejo de Pragas do Café, com Ênfase na Broca de Haste) e Paulo Coutinho (Bicomplexação: Sustentabilidade no Uso de Fertilizantes NPK) compartilharam seus conhecimentos valiosos com os participantes. As discussões e trocas de informações ao longo do dia fortaleceram a rede de colaboração e cooperação entre todos os envolvidos na cadeia produtiva do café.

O café conilon, uma variedade de café robusta, é cultivado em diversas regiões do Brasil, especialmente nos estados do Espírito Santo e Rondônia. Sua importância econômica é indiscutível, e eventos como o “Dia Especial do Café Conilon” desempenham um papel fundamental na disseminação de informações técnicas atualizadas, impulsionando o desenvolvimento sustentável da cultura e beneficiando toda a comunidade agrícola envolvida.

Autoridades importantes estiveram presentes no dia especial, como o prefeito Uelikson Boone (Bolinha), o secretário municipal de Agricultura, Gecimar Rodrigues, o secretário de Finanças do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Jefferson César Zampirolli, o gerente da agência local do Banestes, Ezequiel Galdino, e o vereador Marquim da Caçamba.
O “Dia Especial do Café Conilon” foi uma realização conjunta com o apoio da Prefeitura Municipal, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, a Zootec e a Litho Plant, uma indústria capixaba produtora de fertilizantes especiais. Essa colaboração entre entidades e instituições reforça o compromisso do Incaper e da Prefeitura em fomentar o agronegócio e fortalecer o setor cafeeiro regional, contribuindo para o crescimento da produção e o aprimoramento da qualidade do café conilon brasileiro.

Durante pronunciamento na abertura do evento, o prefeito Uelikson Boone (Bolinha) elogiou o escritório local do Incaper pela competência na organização do “Dia Especial do Café Conilon” e pelo suporte oferecido aos cafeicultores ao longo dos anos. Ele destacou a diversidade do público presente, representando praticamente todas as comunidades do município.
“Nos últimos anos, a cafeicultura local avançou consideravelmente. Hoje, presenciamos avanços que não víamos no passado, como a renovação do parque cafeeiro com a introdução de novas variedades e a chegada de tecnologias inovadoras que impulsionaram a produção local. Apesar de termos uma geografia acidentada, não tão propícia, ao contrário de muitos municípios produtores de café, estamos superando esses desafios com êxito”, ressaltou o prefeito durante seu discurso.

Durante sua fala, o prefeito enfatizou a importância dos investimentos em tecnologias e capacitação para enfrentar questões como o combate a pragas e doenças, a escassez de mão de obra na colheita – um problema enfrentado pelos cafeicultores nos últimos anos – e o uso excessivo de produtos químicos na produção. Ele também abordou as dificuldades enfrentadas pela Administração Municipal, no que tange a assistência aos produtores rurais. “O excesso de chuvas ocorridas do final do ano passado até meados de fevereiro deste ano, casou muitos danos à infraestrutura do município. Essa situação comprometeu o apoio aos cafeicultores durante a colheita deste ano, uma vez que várias pontes, bueiros e praticamente toda a malha rodoviária, precisaram ser reconstruídos”, afirmou.

Apesar dos desafios, o prefeito ressaltou o compromisso em continuar apoiando o setor cafeeiro local e buscando soluções para melhorar a infraestrutura e enfrentar os desafios do cenário agrícola.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE