domingo, abril 14, 2024
spot_img
HomeDestaqueLucro Líquido acumulado do Banestes em 2023 atinge R$ 281 milhões

Lucro Líquido acumulado do Banestes em 2023 atinge R$ 281 milhões

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) divulgou, nesta terça-feira (14), os resultados do terceiro trimestre deste ano. O lucro líquido acumulado nos nove primeiros meses do ano foi de R$ 281 milhões, crescimento de 8,6% em comparação ao mesmo período de 2022. Somente no terceiro trimestre, o banco alcançou o lucro líquido de R$ 96 milhões, crescimento de 25,1% contra o mesmo período de 2022.

Publicidade

O bom resultado conquistado é decorrente principalmente das rendas com operações de crédito e da manutenção da performance das receitas das operações com Títulos e Valores Mobiliários (TVM). O resultado operacional somou quatrocentos e trinta e dois milhões de reais, e quando observado apenas o terceiro trimestre, atingiu R$ 159 milhões, crescimento de 27,8% sobre o mesmo período do ano anterior.

Publicidade

“Alcançamos mais um resultado expressivo, proveniente dos bons negócios e investimentos com foco na satisfação dos clientes. Continuamos avançando nas ações para a oferta de crédito competitivo no mercado, na consolidação de parcerias fortes, na evolução de nossas soluções tecnológicas, além da formação constante da equipe em prol de um atendimento de qualidade e com eficiência”, destacou o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Somente nos últimos cinco anos, o número de acionistas do Banestes cresceu mais de 16 vezes. No fim de setembro, foram registrados mais de 43 mil acionistas na base. Desse total, 59% está presente no Sudeste, sendo 31% somente no Estado de São Paulo.

As informações do resultado foram apresentadas em evento público, transmitido ao vivo, de forma on-line, e conduzido pelo diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, e pelo diretor de Relações com Investidores e de Finanças do Banestes, Silvio Henrique Brunoro Grillo. Os dados estão disponíveis para consulta no site de Relações com Investidores (RI) do Banestes, e também nos sites da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da Bolsa de Valores (B3).

Destaques

A margem financeira líquida acumulou em nove meses o montante de R$ 860 milhões, 11,9% maior do que o valor apurado no mesmo período de 2022. Apenas no trimestre registrou R$ 312 milhões no trimestre, crescendo 23,4% em relação ao mesmo período de 2022 e se mantendo estável em relação ao trimestre anterior, com leve variação de -0,4%. Esse resultado foi impulsionado pelas receitas com operações de crédito, que somaram R$ 389 milhões e seguem em expansão (+17,6% em doze meses e +6,6% em três meses), e pela manutenção do resultado com operações de tesouraria, que alcançou o montante de R$ 942 milhões no trimestre.

As receitas com prestação de serviços no trimestre somaram o montante de R$ 87 milhões. O destaque no trimestre ficou por conta das receitas com arrecadação e convênios (+5,3% em 12 meses), pacote de serviços (+3,0% em 12 meses) e angariação de seguros (+83,7% em 12 meses).

Os ativos totais registraram saldo de R$ 41,8 bilhões no terceiro trimestre de 2023, expansão de 7,1% contra o mesmo trimestre do ano anterior e de 7,7% em relação à posição de junho de 2023. Esse saldo tem como destaque a expansão do saldo das operações de crédito e de títulos e valores mobiliários (TVM).

A carteira de crédito ampliada registrou saldo de R$ 12,4 bilhões, crescimento de 11,5% em doze meses e de 1,8% contra a posição de junho de 2023. No mesmo período, a carteira de crédito comercial atingiu R$ 9,2 bilhões, expansão de 22,8% em doze meses e de 4,2% contra o trimestre anterior. Desse montante, 68,7% são operações com pessoas físicas e 31,3% com pessoas jurídicas. Da carteira de pessoa jurídica, 69,8% são concessões a micro, pequenas e médias empresas e 30,2% a grandes empresas.

Ao fim do trimestre, os depósitos de clientes somaram R$ 22,8 bilhões, avançando 7,3% em relação a setembro de 2022 e estável (+0,1%) em relação ao trimestre anterior. O saldo de recursos captados e administrados encerrou o trimestre em R$ 44,2 bilhões, avanços de 1,0% em doze meses e 7,9% em relação ao trimestre anterior. O patrimônio líquido alcançou a marca de R$ 2,2 bilhões, registrando crescimento de 8,4% na comparação em doze meses e de 4,1% em relação ao trimestre anterior.

Em nove meses foram distribuídos aos acionistas mais de R$ 95 milhões a título de Juros sobre o Capital Próprio. Somente no terceiro trimestre, foram destinados R$ 21 milhões aos acionistas a título de juros sobre capital próprio (JCP). O lucro líquido por ação atingiu R$ 0,30 no trimestre, acumulando o total anualizado de R$ 1,12. O montante distribuído corresponde a um payout anualizado de 56,2% do lucro líquido.

A Fitch elevou a nota de rating em escala nacional (moeda local) para risco de crédito do Banestes de AA-(bra), com perspectiva estável, para AA+(bra), também com perspectiva estável. A Fitch destacou que a revisão do rating foi impactada pelas mudanças na escala nacional e nas classificações de rating soberano do país. A agência ainda destacou a melhora dos fundamentos do Banestes em relação aos emissores locais de outros setores.

No acumulado do ano, o faturamento com cartões já soma R$ 3,7 bilhões. Desse montante, os cartões Banescard Visa contribuíram com R$ 2,1 bilhões (56,5%) e os cartões de bandeira Visa somaram R$ 1,4 bilhão (38,0%).

O Banestes manteve relacionamento com 1,4 milhão de clientes, dos quais 1,3 milhões são Pessoa Física (PF) e 77 mil são Pessoa Jurídica (PJ). O número de contas correntes totalizou 972 mil, das quais 889 mil são de PF e 84 mil de PJ. As contas de poupança somaram 644 mil, sendo 634 mil de PF e 10 mil de PJ.

Permanece à disposição dos clientes e usuários a extensa rede de atendimento Banestes, presente em todos os municípios do Estado do Espírito Santo. Ao todo, são 824 pontos de atendimento, compostos por 151 unidades de atendimento, 294 pontos de atendimento eletrônico e 379 correspondentes Banesfácil.

Investimentos e Geração de Valor

Desde o início de 2023, foi investida a quantia de R$ 68 milhões em tecnologia, proporcionando melhorias nos serviços bancários. E, seguindo a agenda de transformação digital, o App Banestes continua sendo o principal canal de transações para os clientes. Foram mais de 169 milhões de transações totais desde o início do ano, crescimento de 11,8% quando comparado ao mesmo período de 2022.

Nos primeiros nove meses do ano, foram distribuídos à sociedade capixaba o valor de R$ 866 milhões por meio de impostos e contribuições, remuneração de pessoal, distribuição de lucros e remuneração de capitais de terceiros. Esse valor representa um crescimento de 6,6% em comparação ao valor do mesmo período do ano anterior.

De janeiro a setembro de 2023, foram destinados R$ 88 milhões ao acionista controlador sob a forma de JCP mensais e intermediários. Esse valor pode ser aplicado conforme as prioridades de investimentos definidas no orçamento estadual, podendo ser revertido diretamente em benefício à sociedade capixaba.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE