domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
HomeDestaqueMais de 67 mil procedimentos cirúrgicos são realizados em sete meses no...

Mais de 67 mil procedimentos cirúrgicos são realizados em sete meses no Estado

A Secretaria da Saúde (Sesa) está executando o Plano Estadual de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas e já realizou, até essa segunda-feira (31), 67.396 procedimentos, dos mais de 130 mil previstos para 2023. Para alcançar a meta, a Sesa investirá aproximadamente R$ 100 milhões. O Governo Federal aportou R$ 3,7 milhões, de um total de R$ 11,7 milhões que serão disponibilizados este ano.

Publicidade

Inicialmente, estão sendo realizados procedimentos de oftalmologia, ortopedia e ginecologia para os pacientes com maior gravidade e que aguardam há mais tempo. Participam do Plano 31 hospitais, sendo 11 deles da rede própria estadual. 

Publicidade

“O planejamento da Sesa para a realização dessas cirurgias foi essencial para alcançarmos os números de hoje. Estamos trabalhando para que todos os procedimentos interrompidos sejam realizados e que alcancemos a meta que estabelecemos. Para garantir o melhor atendimento à população, fazemos uma análise mensal das metas, demandas e execução do trabalho”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Miguel Duarte.

Entre as especialidades com maior índice de produção no Estado estão: oftalmologia, com 31.877 realizações; cirurgia geral, com 9.967; ortopedia, com 5.994; cirurgia urológica, com 2.837; e cirurgia ginecológica com 2.470 demandas executadas.

Em 2022, a meta foi de 102.134 procedimentos, sendo realizados 105.825 cirurgias eletivas até 31 de dezembro.

Hospital Estadual Dr. Alceu Melgaço ultrapassa meta

Cada hospital que compõe a rede na realização dos procedimentos eletivos tem uma meta a ser atingida ao longo do ano.  O Hospital Estadual Dr. Alceu Melgaço Filho (HDAMF), em Barra de São Francisco, é o primeiro hospital da rede própria a atingir a meta do Plano em mais de 100%. Até o final de julho, a unidade já produziu mais de 1.829 cirurgias eletivas, de 1.788 previstas no Plano Estadual de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas.

“Comparando com o ano anterior, esse quantitativo de cirurgias aconteceu durante o decorrer de todo o ano”, destacou o diretor-geral do Hospital, Vaninho Mendes. Para alcançar esse resultado, o diretor da unidade destaca a estratégia de regionalização da saúde implementada pelo Governo do Estado como fundamental. 

“O atendimento ambulatorial ganhou nova dinâmica com a Auto regulação Formativa Territorial e Núcleo Interno de Regulação (NIR). O ambulatório do HDAMF dispunha apenas de um consultório de atendimento e realizava aproximadamente 200 consultas por mês. A reorganização feita permitiu a abertura de quatro consultórios e os atendimentos no ambulatório já ultrapassam o quantitativo de 2 mil consultas eletivas mensalmente”, completou.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE