domingo, maio 26, 2024
spot_img
HomeMontanhaMenina que sobreviveu a acidente que matou 2 pessoas no ES foi...

Menina que sobreviveu a acidente que matou 2 pessoas no ES foi picada mais de 300 vezes por abelhas, diz mãe

Alice Soares Albino, de 9 anos, segue internada. O motorista José Pereira Novais, de 77 anos, e Paulo Soares Ribeiro, de 96 anos, bisavô de Alice, morreram no acidente de domingo (11) em Montanha.

Única sobrevivente do acidente que matou o bisavô e o motorista do carro em que eles estavam, Alice Soares Albino, de 9 anos, sofreu mais de 300 picadas de abelhas, segundo o relato de Renata Soares, mãe da criança, nas redes sociais. A menina segue internada em um Hospital de Colatina, e segundo a mãe, “fora de perigo aparente”. O Fiat Palio Fire Economy, de cor branca, capotou na noite de domingo (11), caiu em uma ribanceira e atingiu uma árvore com um enxame de abelhas, às margens da ES 130, próximo ao distrito de Vinhático, em Montanha, no Norte do Espírito Santo. Os animais atacaram as vítimas. O motorista José Pereira Novais, de 77 anos, morreu no local. Já Paulo Soares Ribeiro, de 96 anos, bisavô de Alice, não resistiu aos ferimentos e morreu na segunda-feira (12), no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, para onde ele foi socorrido após o acidente. Todos eram moradores da cidade de Ponto Belo.

Publicidade

Veículo caiu em uma ribanceira de cerca de 15 metros à esquerda da foto. Crédito: Leitor / Montagem Rede Notícia

“Nossa guerreira encontra-se fora de perigo aparente. Já se alimentou, andou pelo quarto, tomou banho, mas segue internada, por conta da quantidade de picadas das abelhas”, contou Renata Soares, mãe da pequena Alice. Segundo Renata, ainda nesta terça-feira (13), Alice será atendida por um infectologista, por causa das toxinas das abelhas. “As enfermeiras estão sendo incríveis com ela. Diante de toda a tragédia, o que nos conforta é que ela está melhorando e já já, com fé em Deus, (ela) estará em casa”, disse.

Publicidade

O acidente

Segundo a Polícia Militar, quando a equipe chegou no local no domingo (11), encontrou a menina de 9 anos, se debatendo no chão sendo atacada por abelhas. A vítima teria subido a ribcaneira de cerca de 15 metros logo após o acidente para pedir por socorro. Devido aos cabelos longos da criança, que estavam cheios de abelhas, populares ajudaram o Samu/192 e a Polícia Militar, jogando barro nos cabelos da vítima, o que diminuiu os ataques das abelhas. A menina foi levada para a viatura da PM, onde uma cabo da corporação a colocou no colo. Segundo o Boletim de Ocorrência, a criança já apresentava inchaço nos olhos e sinais de desfalecimento, e a policial militar conversou com ela para mantê-la acordada até chegar no Hospital de Montanha, onde a pequena Alice recebeu o primeiro atendimento médico. Em seguida, a criança foi transferida para o Hospital São José, em Colatina.

De acordo com a PM, o bisavô da menina, Paulo Soares Ribeiro, deu entrada no Hospital de Montanha e posteriormente foi encaminhado ao Hospital Roberto Silvares, em São Mateus. Paulo que era passageiro do veículo, também foi muito atacado pelo enxame de abelhas. Ele não resistiu e faleceu.

A ocorrência descreve que após o resgate das vítimas, a guarnição retornou à rodovia e tomou conhecimento de que o veículo Fiat Palio Fire Economy, de cor branca conduzido por José Pereira Novais, de 77 anos, havia saído da pista e caído em uma ribanceira de aproximadamente 15 metros de altura. A equipe de resgate acessou o local de difícil acesso, devido à lama e à vegetação molhada. Ao avistarem o veículo, os policiais avistaram um corpo que seria do condutor, já sem vida, sendo o óbito constatado pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192). Uma equipe do Corpo de Bombeiros deu apoio na ocorrência, e ajudou no resgate do corpo.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE