domingo, maio 19, 2024
spot_img
HomeDestaqueMoradores e lideranças pedem a pavimentação da estrada do Refrigério ao Patrimônio...

Moradores e lideranças pedem a pavimentação da estrada do Refrigério ao Patrimônio do Bis

Os moradores do Córrego do Refrigério, das comunidades São Pedro, Nossa Senhora da Saúde, Córrego do Ouro e moradores do Patrimônio do Bis reivindicam o asfalto na estrada entre o Córrego do Refrigério até o Patrimônio do Bis, que somam 24 km da sede à comunidade.

Publicidade

Sabendo que o Governo do Estado retomou o Programa Caminhos do Campo da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca do Espírito Santo (Seag), moradores das localidades citadas realizaram uma reunião no último dia 26, no galpão da igreja Nossa Senhora da Saúde, no Córrego do Refrigério, para formalizar a solicitação da pavimentação. No evento, além de lideranças estiveram presente o secretário de Planejamento, Edson Marquiori, e o coordenador do Centro de Convivência do Idoso Moacyr Sélia Filho, Damião Bonomette.

Publicidade

Durante a reunião foi divulgada a força produtiva do café conilon na região do Córrego do Refrigério, Córrego do Ouro, Córrego Santa Joana e Patrimônio do Bis, que somando as lavouras possuem cerca de 6 milhões pés de café conilon, com uma produção que ultrapassou 80 mil sacas de café nesse ano de 2019 e uma estimativa de 15% de aumento para a safra de 2020. Já a pimenta do reino somam cerca de 200 mil pés. Também a região soma com criação de gado e os investimentos na pecuária leiteira e de corte.

Outro fator que reforça o pedido da pavimentação é o agroturismo do Patrimônio do Bis, que durante o período de verão recebe milhares de turistas que buscam um local de banho nas águas do Rio do Norte e locais para descanso e lazer.

A pavimentação, de acordo com a polução dos locais, ajudaria na trafegabilidade dos veículos, facilitando o escoamento da produção, redução de custos e perdas de produtos perecíveis, além de facilitar a mobilidade da comunidade, e fortalecer ainda mais o agroturismo da região.

A obra foi solicitada pela primeira vez no ano de 1994, e agora está sendo novamente reivindicado ao governador Renato Casagrande, e ao secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), Paulo Foletto.
Um abaixo-assinado foi protocolado ontem, na Seag, com intenção de agendar uma reunião na comunidade em janeiro, com a presença do governador e do Paulo Foletto.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE