segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeBrasilMorre aos 81 anos o capixaba Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo emérito...

Morre aos 81 anos o capixaba Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo emérito de Mariana

Ele havia chegado na Diocese de Xingu, em Altamira, no Pará, no último domingo (23), para presidir um retiro ao clero, no entanto, sofreu uma queda da própria altura, fraturou o fêmur e foi hospitalizado.

Morreu no início da madrugada desta quarta-feira (26), o ex-presidente da CNBB e arcebispo emérito da Arquidiocese de Mariana, em Minas Gerais, Dom Geraldo Lyrio Rocha. Ele havia chegado na Diocese de Xingu, em Altamira, no Pará, no último domingo (23), para presidir um retiro ao clero, no entanto, sofreu uma queda da própria altura, fraturou o fêmur e foi hospitalizado.

Publicidade

Dom Geraldo Lyrio Rocha. Crédito: Reprodução

“Às 00:15 do dia 26/07, em função de parada cardiorrespiratória, faleceu santamente”, informou a Igreja Católica. O velório começou às 6h, e foi celebrado missa de corpo de presente às 8h na Catedral de Altamira. Em seguida, o corpo segue em traslado para a cidade de Vitória, Capital do Espírito Santo.

Publicidade

De acordo com informações do Vaticano, Dom Geraldo nasceu em Fundão (ES), aos 14 de março de 1942. Era o segundo filho de Crysantho de Jesus Rocha e Leovegilda Lyrio Rocha. Seus irmãos: Ronaldo, Rosa Maria, José Carlos e Luciano. Foi batizado aos 27 de setembro de 1942 pelo Pe. Luiz Gonzaga Parenzi. Iniciou os estudos em sua terra natal, no então Grupo Escolar Ernesto Nascimento, onde fez o curso primário.

Iniciou o primário no Grupo Escolar Ernesto Nascimento em Fundão (ES). Ingressou no Seminário Nossa Senhora da Penha, em Vitória (ES) em 1954, onde realizou o Curso Colegial, tendo sido aluno do Colégio Salesiano.

Em 1960, matriculou-se no Seminário Provincial do Coração Eucarístico de Jesus, em Belo Horizonte (MG), onde cursou Filosofia. Obteve a Licenciatura em Filosofia na Faculdade Dom Bosco – São João del Rei (MG).

Em 1963 seguiu para Roma, onde obteve o Mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade de Santo Tomás de Aquino. Cursou ainda Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana e e fez especialização em Liturgia pelo Pontifício Instituto Santo Anselmo.

Em 15 de agosto de 1967 foi ordenado presbítero em sua terra natal, Fundão (ES). No dia 14 de março de 1984 foi eleito bispo pelo Papa João Paulo II, sendo ordenado em 31 de maio do mesmo ano em Vitória (ES).

Atividades como padre antes de ser bispo

  • Diretor Espiritual do Seminário Nossa Senhora da Penha (1967-1969);
  • Reitor do Seminário Nossa Senhora da Penha (1969-1976 e 1978-1983);
  • Co-fundador e diretor do Instituto de Pastoral da Arquidiocese de Vitória ES – IPAV (1968-1976);
  • Coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Vitória (1968-1976);
  • Professor de Filosofia, Liturgia e Teologia no Seminário Nossa Senhora da Penha e no Instituto de Filosofia e Teologia da Arquidiocese de Vitória ES;
  • Professor de Filosofia e História da Filosofia na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes);
  • Pároco de Itacibá (1968-1975), Praia do Suá (1975-1976), Vila Rubim (1978-1984);
  • Membro do Cabido Metropolitano de Vitória, Subchefe do Departamento de Psicologia e Filosofia da Ufes;
  • Co-autor do livro Introdução ao Pensamento Filosófico – Ed. Loyola;
  • Autor do livro Dom João Batista – Homem de Deus, Servidor da Igreja, Defensor dos Pobres, publicado pela Mitra Arquidiocesana de Vitória-2005.

Atividades como bispo

  • Bispo auxiliar da Arquidiocese de Vitória (1984-1990);
  • Vice-presidente do Regional Leste 2 da CNBB;
  • Membro da Comissão Episcopal Pastoral (CEP) do Regional Leste 2;
  • Responsável pelo setor de Vocações, Seminários e Presbíteros (1985-1987) e Liturgia no Leste 2 (1987-1989);
  • Membro do Departamento de Liturgia do Conselho Episcopal Latino Americano (CELAM- 1987-1991);
  • Membro da CEP – CNBB (1995-1999);
  • Responsável pela Liturgia (1995-1999 e 1999-2003);
  • Delegado para a Assembleia Episcopal do Sínodo dos Bispos para a América (1997), do Sínodo sobre a Eucaristia (2005), do Sínodo sobre a Palavra de Deus (2008), sobre a Nova Evangelização (2012), sobre a Família (2015), sobre a Sinodalidade (2021-2024);
  • Membro do Departamento de Liturgia do Conselho Episcopal Latino – americano – CELAM (1985-1989 e 1995 – 1999);
  • Presidente do Departamento de Liturgia do CELAM (1999-2003);
  • Nomeado 1º Bispo de Colatina ES, pelo Papa João Paulo II, aos 23 de abril de 1990, tendo tomado posse da Diocese aos 15 daquele mesmo ano (1990-2002);
  • 1º Arcebispo Metropolitano de Vitória da Conquista (BA) aos 16 de janeiro de 2002, tendo tomado posse da Arquidiocese aos 17 de março de 2002 (2002-2007);
  • 2º Vice-presidente do CELAM (2003-2007);
  • Presidente do Regional Nordeste 3 da CNBB – Bahia e Sergipe (2003-2007);
  • Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil CNBB (maio de 2007);
  • Participante da IV Conferência do Episcopado Latino Americano, em Santo Domingo (1992) e da V Conferência, em Aparecida (13 a 31 de maio de 2007).

Arquidiocese de Mariana

Dom Geraldo Lyrio Rocha havia sido nomeado arcebispo metropolitano de Mariana pelo Papa Bento XVI, aos 11 de abril de 2007, tendo tomado posse da Arquidiocese aos 23 de junho de 2007. Em 25 de abril de 2018, após ter completado 75 anos, teve o seu pedido de renúncia aceito pelo Papa Francisco, tornando-se arcebispo emérito.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE