sábado, julho 13, 2024
spot_img
HomeCrimeMoto de segurança de São Gabriel da Palha brutalmente assassinado é encontrada

Moto de segurança de São Gabriel da Palha brutalmente assassinado é encontrada

Denilson Lorenzoni Júnior, de 19 anos, ficou sete dias desaparecido e o corpo dele foi encontrado boiando em um rio com marcas de tiros na cabeça.

Foi encontrada na última segunda-feira (14), a moto Bros preta, que pertencia ao segurança Denilson Lorenzoni Júnior, de 19 anos, que desapareceu no dia 7 de agosto após sair de uma autoescola e teve o corpo encontrado no Rio São José na tarde do dia 13 de agosto. O corpo da vítima, tinha duas marcas de tiros na cabeça, e foi sepultado na última terça-feira (15), no cemitério do Córrego Bley, em São Gabriel da Palha. A confirmação de que a moto foi encontrada veio da família do rapaz.

Publicidade

Foto mostra local onde corpo foi encontrado, em um rio, na Zona Rural de São Domingos do Norte. Crédito: Leitor / Rede Notícia

A Rede Notícia apurou que a moto foi encontrada abandonada às margens da rodovia que liga São Gabriel da Palha a São Domingos do Norte. A Polícia Civil não confirmou se fez perícia no veículo mas disse, que investigação deixou a Delegacia de São Gabriel e passou para a DP de São Domingos do Norte. O motivo, segundo a Polícia Civil, é a de que “a consumação do crime ocorreu em São Domingos do Norte e por isso cabe à delegacia do referido município a investigação do crime”. Segundo a corporação, “no momento, detalhes não serão divulgados para não atrapalhar as investigações”.

Publicidade

O caso

Denilson Lorenzoni Júnior desapareceu na noite de 7 de agosto, quando saiu de casa, no Córrego Bley, em São Gabriel da Palha, para fazer uma prova teórica em uma autoescola da cidade. Após fazer o exame, o jovem saiu da autoescola falando ao telefone, em uma chamada que durou menos de um minuto. Imagens de câmeras de segurança mostram a vítima montando na moto Bros preta que lhe pertencia. Depois disso, o jovem desapareceu.

Último contato

O último contato que se tem registro, foi com uma mulher com quem a vítima estava se relacionando há menos de um mês, no WhatsApp. Nós tivemos acesso ao teor da conversa. Às 20h12 de segunda-feira (7), a namorada manda para Denilson: “Amor vou dormir, tá”. Ele responde: “Tá bom, amor. Chegando em casa te aviso”. A namorada diz: “Só não chega tarde”. Júnior responde: “Tá bom”. Ainda na troca de mensagens, às 20h13 de segunda-feira (7), a namorada de Denilson conclui a conversa dizendo dizendo: “Que Deus te proteja. Te amo”. O rapaz responde às 20h15: “Também te amo meu amor”. O visto por último do segurança no aplicativo ficou cravado em 20h41 de segunda-feira (7).

Nos prints, consta que a namorada volta a mandar mensagens a Denilson às 22h40: “Vida???? Por favor vc tá onde? Meu Deus que aperto no coração”. Nesse horário, segundo Malena Lima de Jesus, de 29 anos, é o momento em que ela é acordada por uma ligação feita por Rosicler, mãe de Denilson, que perguntou se o rapaz estava com a namorada, já que ele não havia chegado em casa.

Encontro do corpo

Segundo a Polícia Militar, pescadores no Rio São José foram quem encontraram boiando o corpo de Denilson, na tarde do dia 13 de agosto, na Zona Rural de São Domingos do Norte. O cadáver estava com uma bermuda jeans e camisa amarela. O Corpo de Bombeiros foi acionado e retirou o corpo da água. A Perícia encontrou duas marcas de tiros na cabeça da vítima.

Imagem mostra local onde corpo foi encontrado. Crédito: Leitor / Rede Notícia

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE