segunda-feira, junho 24, 2024
spot_img
HomeDestaqueMotorista é encontrado morto com marcas tiros e facadas após corrida em...

Motorista é encontrado morto com marcas tiros e facadas após corrida em Sooretama

Joabson Feitosa da Silva, de 29 anos, saiu para fazer uma corrida na noite de quinta-feira (29). Na manhã desta sexta, o carro foi encontrado, e horas depois, a cerca de 20 km do veículo, o corpo foi localizado.

Um motorista de aplicativo identificado como Joabson Feitosa da Silva, de 29 anos, que estava desaparecido desde a noite desta quinta-feira (29) após uma corrida, foi encontrado morto com perfurações de arma de fogo e arma branca, nesta sexta-feira (30), por volta do meio-dia, em uma propriedade rural na estrada de acesso ao Juncado, a aproximadamente quatro quilômetros da BR 101, em Sooretama.

Publicidade

Segundo a Polícia Militar, o carro da vítima, um Volkswagen Gol branco, foi encontrado abandonado no início da manhã em um matagal, a aproximadamente a 300 metros do trevo de Alegre, em Sooretama. A Perícia foi acionada, além do drone da Polícia Militar para sobrevoar a área, haja vista que a vegetação estava alta. Durante as buscas, no início da tarde, as equipes receberam a informação de que o corpo da vítima havia sido encontrado por catadores de café, na região de Juncado, a cerca de 20 quilômetros do local do veículo.

Publicidade

Joabson havia saído de casa para fazer uma corrida até um bar, por volta das 23h de quinta-feira (29). O último contato feito por ele ocorreu próximo de 23h30, quando ele ligou para um primo, também motorista de aplicativo, mas o primo só viu a chamada depois e não conseguiu mais retornar a ligação.

Familiares informaram que entraram em contato com a pessoa que pediu a corrida, que relatou que o motorista não teria chegado no local marcado. Evangélico, Joabson era casado e tinha dois filhos, de 4 e 9 anos.

Por nota, a Polícia Civil informou que as investigações e as diligências da Delegacia de Polícia de Sooretama estão em andamento. O corpo foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML), de Linhares, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. O caso segue sob investigação e detalhes não serão fornecidos, por enquanto.

*Com informações de Wilson Rodrigues do jornal ‘A Notícia’

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE