quinta-feira, fevereiro 29, 2024
spot_img
HomeDestaque“O nome da minha filha é em homenagem a Nossa...

“O nome da minha filha é em homenagem a Nossa Senhora Aparecida”


Para comemorar o dia da padroeira do Brasil, A Notícia traz a programação da Paróquia Santa Rita e o depoimento da moradora do bairro Bonfim, que conta que, a escolha do nome da filha, foi por conta da devoção daquela, que para os católicos, é a intercessora em suas orações e a mãe de Jesus

Publicidade


Moradora do bairro Bonfim, Deisyanne Pestana dos Santos e o Clesley Pazito Pansiere (In Memória), escolheram o nome da pequena Maria Aparecida Pestana Pazito Pansiere, 02 anos, antes da menina ser gerada. O motivo? A devoção a Nossa Senhora Aparecida.

Publicidade

Quando a mãe soube que estava esperando um bebê, escreveu um bilhetinho para o marido, contando da breve chegada do neném em suas vidas. Autônoma, que sempre levou a fé e a devoção à Santa, como herança familiar, Deisy, como é mais conhecida, não chegou a cogitar outro nome, ao saber que a família iria ter mais um membro. “Nossa Senhora Aparecida para mim é a mais importante intercessora por nós, junto a Deus! Exemplo de fé e modelo de mãe. É em Nossa Senhora que eu me espelho como mãe”, explica Deisyanne.


Em homenagem a padroeira do Brasil

“Antes de engravidar, já tínhamos conversado sobre os nomes e a intenção já era Maria Aparecida ou Rafael Emanuel. Quando descobri que estava grávida, escrevi um bilhete para ele, com os nomes, foi uma emoção. O nome dela foi escolhido por sermos muito devotos de Nossa Senhora Aparecida, aliás, ele era devoto, infelizmente não está mais aqui conosco. Descobrimos aos seis meses de gestação, que teríamos uma menina. A Maria Aparecida é minha segunda filha e, a primeira do meu esposo. Fizemos uma promessa a Nossa Senhora, que iríamos à Basílica, agradecer pela benção de estar gerando nossa filha em meu ventre, o prometido era que, quando ela nascesse, iríamos levá-la para ser consagrada à Nossa Senhora Aparecida. Como não podemos questionar a vontade e a decisão do nosso Pai, Deus recolheu o Clesley, antes que pudéssemos cumprir a promessa. O Clesley já não estava mais presente, fisicamente entre nós, e viajamos para cumprir a promessa, meus sogros, minha mãe e eu, levamos a Maria Aparecida para a consagração à Nossa Senhora neste ano. Rezo com ela, e falo de Nossa Senhora Aparecida em nossas orações. Ela está crescendo na devoção do pai dela, na minha, isso me deixa muito feliz. Na quarta-feira iremos celebrar o Dia de Nossa Senhora Aparecida lá na igreja Aparecida, e a minha Maria Aparecida também vai à missa. Uma devoção que vai passando de geração, para geração”
Deisyanne Pestana dos Santos, mãe da Maria Aparecida


PROGRAMAÇÃO

Dia 12/09 (quarta-feira)
8h – Missa das Crianças (Dom Paulo Bosi Dal´Bó)
11h Missa para os romeiros (padre Jaymir Bada)
12h – Benção dos Cavaleiros
14h30 – Concentração para o início da carreata
15h – Carreata
18h – Santa Missa Campal (padre Jaymir)

Todos os dias
6h – Ofício de Nossa Senhora
15h – Terço da Misericórdia
16h – Récita do Terço
19h – Santa Missa

» Dia de Nossa Senhora Aparecida, 12, padre Jaymir comanda a Santa Missa campal
ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE