quarta-feira, fevereiro 28, 2024
spot_img
HomeEspírito SantoOs detalhes da operação que levou seis homens para a cadeia em...

Os detalhes da operação que levou seis homens para a cadeia em Boa Esperança

Quatro dos seis presos são suspeitos de espancar e incendiar carro de homem no bairro Vila Tavares. Os demais, foram presos em flagrante por comércio ilegal de drogas.

A Rede Notícia teve acesso a novos detalhes da operação das polícias Civil e Militar na última terça-feira (28), em Boa Esperança.

Publicidade

Na ocasião, os investigadores e os policiais militares cumpriram quatro mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão, expedidos pela Justiça do município. Segundo a Polícia Civil, o objetivo da operação era prender os suspeitos de espancar um homem e depois incendiar o veículo dele no dia 3 de janeiro deste ano, no bairro Vila Tavares, em Boa Esperança. O crime teve grande repercussão e chocou a cidade.

Publicidade
Foto mostra perícia sendo feita em veículo na semana do crime, em janeiro deste ano. Crédito: Reprodução / Instagram / @policiacientifica.es

Além dos quatro suspeitos que eram alvo dos mandados de prisão expedidos pela Justiça, outros cinco suspeitos foram detidos em flagrante nos endereços, onde os policiais encontraram expressiva quantidade de drogas.

Veja a lista do que foi encontrado e apreendido:

• 124 pedras de crack;
• 46 gramas de crack;
• 12 papelotes de cocaína;
• 66 buchas de maconha;
• 178 gramas de maconha;
• R$ 226,00;
• 03 celulares;
• 02 máquinas de cartão de crédito/débito;
• 01 balança de precisão.

Operação prende nove pessoas e apreende drogas em Boa Esperança. Crédito: Divulgação / PCES / PMES

A investigação realizada pela Delegacia de Polícia de Boa Esperança, levou à identificação dos suspeitos e à emissão dos mandados de busca, apreensão e prisão cumpridos nesta terça-feira (28). Os envolvidos foram levados à delegacia para prestar depoimento. Dos 09 homens conduzidos, 03 foram liberados após serem ouvidos na Delegacia Regional de Nova Venécia.

Já os envolvidos no crime de incêndio contra os quais havia mandado de prisão preventiva (por tempo indeterminado) e os demais conduzidos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP), onde ficarão à disposição da justiça. As investigações sobre o caso seguem em andamento.

De acordo com o delegado de Boa Esperança, Wilian Dobrovosk “a operação realizada pelas polícias civil e militar em Boa Esperança demonstra a determinação das forças policiais em garantir a segurança da população e combater a criminalidade na região. Ações como essa são importantes para manter a ordem e a paz social, garantindo que crimes como o ocorrido em janeiro não fiquem impunes.”

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE