quarta-feira, fevereiro 21, 2024
spot_img
HomePinheirosPapa Francisco promove bispo capixaba e o transfere de diocese no Piauí

Papa Francisco promove bispo capixaba e o transfere de diocese no Piauí

A nomeação de dom Edilvater Andrade é considerada nos bastidores da Igreja Católica como uma "promoção" ao bispo, já que a população de Parnaíba é três vezes maior do que a Floriano.

O Vaticano divulgou nesta quarta-feira (8), a decisão do papa Francisco, em transferir o bispo capixaba dom Edivalter Andrade, de 61 anos, da diocese de Floriano, para a diocese de Parnaíba, ambas localizadas no estado do Piauí. Edivalter é natural de Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, onde ele tem família. A nomeação é considerada nos bastidores da Igreja Católica como uma “promoção” ao bispo, já que a população de Parnaíba é três vezes maior do que a Floriano.

Publicidade

A diocese de Parnaíba (PI) estava vacante (sem bispo) desde a nomeação de dom Juarez de Souza da Silva como arcebispo de Teresina, capital do Piauí, em janeiro deste ano. Dom Edivalter era padre da diocese de São Mateus, no Espírito Santo, quando foi nomeado pelo papa Francisco como bispo de Floriano (PI), em 2017.

Publicidade

Por nota, o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcerbispo de Porto Alegre (RS), dom Jaime Spengler, disse ter recebido ‘com alegria’ a notícia da nomeação de Edivalter como bispo de Parnaíba (PI). “Desejamos que agarre mais essa oportunidade para promulgar o anúncio do Evangelho da paz”, disse o presidente da CNBB.

BIOGRAFIA DE DOM EDIVALTER

Dom Edivalter Andrade nasceu em 17 de abril de 1962 em Barra de São Francisco, diocese de São Mateus, no estado do Espírito Santo. Estudou Filosofia (1982-1984) e Teologia (1985-1989) no Instituto de Filosofia e Teologia da Arquidiocese de Vitória. Frequentou cursos para formadores de Seminários, um em Viamão (1990-1991) e outro em Roma (1997).É formado em Serviço Social pela Universidade Federal do Espírito Santo (1993-1997).

Recebeu a ordenação sacerdotal em 8 de outubro de 1989 e foi incardinado na diocese de São Mateus, onde desempenhou os seguintes cargos: Vigário paroquial em Água Doce (1990-1992); Reitor do Seminário Maior (1990-1998); Administrador paroquial em Barra de São Francisco (1995); Pároco em Jaguaré (1998-2001); Pároco da Catedral (2002-2014); Coordenador Diocesano de Pastoral (2002-2014); Diretor da Caritas diocesana; Ecônomo; Diretor da Rádio Kairós; Membro do Conselho Presbiteral; Pároco de São Francisco de Assis, em Barra de São Francisco, e Vigário forâneo.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE