domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
HomeSão Gabriel da PalhaPolícia apura se morte de gari foi motivada por vingança ou disputa...

Polícia apura se morte de gari foi motivada por vingança ou disputa de poder no tráfico no ES

Segundo a investigação, Wesley era considerado chefe do tráfico no bairro Asa Branca, e além disso, era suspeito de envolvimento em um homicídio junto com outros dois suspeitos.

A Polícia Civil tem um vasto leque de possibilidades que podem levar à autoria e motivação do homicídio do gari Wesley Rosa Gregório, de 26 anos, morto a tiros na noite desta sexta-feira (3), em frente a um bar, no bairro Asa Branca, em São Gabriel da Palha, no Noroeste do Espírito Santo. Segundo a investigação, Wesley era considerado chefe do tráfico no bairro Asa Branca, e além disso, era suspeito de envolvimento em um homicídio junto com outros dois suspeitos. A investigação quer saber se a morte de Wesley foi motivada por disputa de poder no tráfico ou por vingança.

Publicidade

Wesley Gregório também era conhecido como “Godão”. Crédito: Redes sociais / Montagem Rede Notícia

Com uma aparência atraente e atlética, Wesley ostentava e contava com uma grande quantidade de seguidores nas redes sociais. De acordo com informações de fontes da Polícia Militar, ele era respeitado no bairro Asa Branca e sua liderança no tráfico de drogas conseguiu interromper a onda de violência que assolava a região durante os confrontos entre gangues. A investigação sabe que são dois os suspeitos do homicídio consumado de Wesley. E também já tem um nome que seria o mentor intelectual do crime – o mandante.  Além da investigação por suposta participação em um homicídio, Wesley respondia a um processo por suspeita de tráfico. As informações são do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES).

Publicidade
Viaturas da PM em frente a hospital para onde vítimas foram levadas. Crédito: Wilson Rodrigues

Morto após malhar

O crime aconteceu minutos após Wesley postar nas redes sociais que estava malhando em uma academia da cidade. A Polícia Civil apura se a dupla de assassinos, que estava em uma moto Bros preta, seguiu a vítima da academia, no Centro da cidade, até o local do crime, no bairro Asa Branca.

Vítima postou no Instagram que estava na academia momentos antes de ser assassinado. Crédito: Reprodução / Montagem Rede Notícia

Wesley, que tinha o apelido de “Godão” chegou a ser socorrido para o Hospital São Gabriel, na cidade, onde teve o óbito constatado. No ataque direcionado ao gari, um homem de 36 anos acabou baleado na perna, e foi socorrido sem gravidade. Um jovem de 23, sofreu um corte na sobrancelha ao correr do ataque, mas passa bem.

O crime

Segundo a Polícia Militar, informações levantadas pela corporação dão conta de que as vítimas estavam sentadas em um bar, na Rua Padre Antônio Tedesco, no bairro Asa Branca, em São Gabriel da Palha, quando uma motocicleta Honda Bros, de cor preta, com dois suspeitos se aproximou e os criminosos efetuaram os disapros direcionados a Wesley Rosa Gregório. Em seguida, os assassinos fugiram.

Wesley Gregório também era conhecido como “Godão”. Crédito: Redes sociais / Montagem Rede Notícia

Procurada pela Rede Notícia, a Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Delegacia de Polícia de São Gabriel da Palha. Até o momento, nenhum suspeito foi detido. O corpo da vítima fatal foi encaminhado pelo rabecão da Polícia Científica para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, onde passará pelo processo de necropsia. Posteriormente, será liberado para os familiares. Informações podem ser compartilhadas de forma sigilosa por meio do Disque-denúncia (181), que é uma linha de contato gratuita, disponível em todos os municípios do Estado. As informações passadas pela comunidade podem ser cruciais para o avanço das investigações.

Wesley estava solteiro, morava sozinho, e deixa duas filhas que ainda são menores de idade.

Vítima era gari

A Prefeitura de São Gabriel da Palha foi contatada pela reportagem e declarou ter sido informada sobre o falecimento de um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviços ao município. Na nota divulgada, expressaram profundo pesar pelo incidente e transmitiram suas condolências aos familiares e amigos da vítima. Além disso, desejaram uma pronta recuperação ao sobrevivente e exigiram uma investigação completa, bem como a prisão dos suspeitos.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE