quinta-feira, fevereiro 29, 2024
spot_img
HomeDestaquePolícia Civil prende autor de homicídio no interior de Nova Venécia em...

Polícia Civil prende autor de homicídio no interior de Nova Venécia em flagrante

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Nova Venécia, prendeu um homem de 42 anos que confessou ter matado, a facadas, um indivíduo conhecido como Baiano, na madrugada do último sábado (05), em Nova Venécia. A prisão ocorreu horas depois do crime, no mesmo município.

Publicidade

O fato chegou ao conhecimento da Polícia Civil na manhã de sábado, quando a Polícia Militar foi acionada para averiguar uma ocorrência de homicídio em uma propriedade rural na localidade de Cedrolândia, em Nova Venécia.

Publicidade

No local, os militares conversaram o dono da propriedade, que informou que, na noite anterior, sexta-feira (04), um homem conhecido apenas como Baiano chegou ao local pedindo autorização para dormir no curral por alguns dias, pois estaria deixando a cidade. O produtor rural concordou e, na manhã seguinte, ao iniciar suas atividades diárias, viu que o visitante não acordava. Ele se aproximou e viu muito sangue, constatando que Baiano tinha sido esfaqueado.

“Assim que o caso chegou ao nosso conhecimento, empenhamos uma equipe, que iniciou a investigação. Os policiais refizeram os últimos passos da vítima, chegando ao bar onde Baiano estava antes de ir para Cedrolândia. Lá, a equipe descobriu que ele teve uma discussão com outro homem, morador do bairro Bethânia, e esse poderia ser o autor do homicídio”, relatou o titular da Delegacia Regional de Nova Venécia, delegado Douglas Sperandio.

Os policiais prosseguiram ao bairro Bethânia, localizando o suspeito. Ele se apresentou à equipe e confessou ter matado Baiano. Aos policiais, afirmou que a vítima o havia ameaçado e agredido na noite anterior, e por isso o matou. O homem foi conduzido para a Delegacia Regional de Nova Venécia e autuado em flagrante pelo crime de homicídio, sendo encaminhado ao sistema prisional.

O corpo de Baiano foi levado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares, para ser necropsiado e identificado. “Ele não tem parentes na cidade e sequer sabemos seu verdadeiro nome. Agora vamos providenciar sua correta identificação, para comunicar à família”, declarou o delegado.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE