domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
HomeNOTICIA PARA HISTORIAPolícia desmente boatos e segurança segue desaparecido em São Gabriel da Palha

Polícia desmente boatos e segurança segue desaparecido em São Gabriel da Palha

Delegado diz que Polícia está fazendo buscas

A Polícia Civil informou que não procedem os boatos surgidos na manhã deste sábado (12), no caso do desaparecimento do segurança Denilson Lorenzoni Júnior, de 19 anos, em São Gabriel da Palha. O delegado Ricardo de Oliveira, titular da DP de São Gabriel da Palha, disse para a Rede Notícia que o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) não recebeu nenhuma chamada que indicasse o paradeiro do jovem.

Publicidade

“Várias pessoas foram ouvidas e estamos apurando os fatos de acordo com o que elas declararam e as diligências já realizadas por nós. Qualquer informação acerca do paradeiro dele pode ser feita pelo canal do disque-denúncia (181) “, declarou o delegado.

Publicidade

Morador do Córrego Bley, na Zona Rural do município, Júnior está está desaparecido desde a noite da última segunda-feira (7), quando saiu de casa para fazer prova teórica em uma autoescola de São Gabriel da Palha, e após realizar o exame e deixar o local a bordo de sua moto, um Bros de cor preta, ele não foi mais visto. O sumiço completa seis dias, neste sábado (12).

Último contato da vítima

Nesta sexta-feira (11), a namorada de Júnior conversou com a Rede Notícia. Malena Lima de Jesus, de 29 anos, encaminhou prints de conversas em um aplicativo de mensagens, em que mostra que o último visto por último no WhatsApp de Denilson, é de 20h41 da última segunda-feira (7). Às 20h12 daquele dia, a namorada manda para Denilson: “Amor vou dormir, tá”. Ele responde: “Tá bom, amor. Chegando em casa te aviso”. A namorada diz: “Só não chega tarde”. Júnior responde: “Tá bom”.

Denilson Lorenzoni Júnior, de 19 anos. Crédito: Acervo pessoal / Montagem Rede Notícia

Ainda na troca de mensagens, às 20h13 de segunda-feira (7), a namorada de Denilson conclui a conversa dizendo dizendo: “Que Deus te proteja. Te amo”. O rapaz responde às 20h15: “Também te amo meu amor”. Esse foi último contato que se tem registro de Denilson, que desapareceu.

Nos prints, consta que a namorada volta a mandar mensagens a Denilson às 22h40: “Vida???? Por favor vc tá onde? Meu Deus que aperto no coração”. Nesse horário, segundo Malena, é o momento em que ela é acordada por uma ligação feita por Rosicler, mãe de Denilson, que perguntou se o rapaz estava com a namorada, já que ele não havia chegado em casa.

A Rede Notícia apurou que imagens das câmeras de segurança da autoescola mostram o momento em que a vítima deixa o local, após terminar a prova. Antes de montar na Bros preta, ele conversa, por cerca de um minuto, com alguém, por chamada telefônica.

Em entrevista dada para a Rede Notícia na quarta-feira (9), a mãe do jovem, Rosicler Fontana Lorenzoni, de 52 anos, contou que Júnior, como ele é chamado, nunca ficou muito tempo sem se comunicar com a família. “Eu estou desesperada. Se alguém viu ou ver meu filho, pelo amor de Deus me avisa ou avisa a polícia. Ele foi fazer aula em uma autoescola aqui em São Gabriel, as câmeras mostram ele chegando e mostram ele saindo da autoescola. Depois da aula, as câmeras mostram ele conversando com alguém no celular, ele monta na moto dele (uma Bros de cor preta), e sai”, detalha mãe. Depois disso, o rapaz não foi mais visto.

Segundo Rosicler, por volta de 21h de segunda-feira (7), ela mandou mensagem para o rapaz, que já não respondia. Por volta de 22h, ela ligou e as chamadas não foram atendidas, o que segundo ela, é incomum, pois o filho costumava atendê-la. Em seguida, após repetidas ligações, as chamadas já não completavam mais, como se o celular estivesse sido desligado. Segundo a mãe de Júnior, a namorada dele disse que ele mandou mensagem para ela dizendo que estava indo embora, após a aula na autoescola. Depois disso, tanto a namorada quanto a mãe, perderam contato com o jovem.

Denilson Lorenzoni Júnior tem 19 anos e é o único filho homem de Rosicler, que tem um casal de filhos. Júnior morava com a mãe e o pai. Qualquer informação que contribua para o paradeiro do jovem é só discar (27) 99505-8009 (Rosicler – mãe do rapaz), e 181 (Disque-Denúncia) ou 190 (Polícia Militar).

Por nota, a Polícia Civil informou que “as investigações e as diligências da Delegacia de Polícia (DP) de São Gabriel da Palha estão em andamento, porém até o momento ele não foi localizado. Informações que possam auxiliar no trabalho de investigação de pessoas desaparecidas podem ser passadas de forma sigilosa por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas”.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE