sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img
HomeDestaquePrefeitura de Jaguaré alerta para o número de casos de dengue

Prefeitura de Jaguaré alerta para o número de casos de dengue

A Prefeitura de Jaguaré, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou na última terça-feira (02), o último boletim epidemiológico de dengue referente ao ano de 2023. Os dados mostram que o município está com uma incidência alta de casos.

Publicidade

De acordo com o último boletim, Jaguaré apresentou no ano passado, 497 casos notificados, 363 descartados e 109 confirmados. A Secretaria Municipal de Saúde chama a atenção do município com a campanha “Onde o mosquito não se cria, a dengue não se espalha”, para a população reforçar os cuidados contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, e receber bem o agente comunitário, profissional que realiza vistoria adequada na residência, evitando o aumento de possíveis casos.

Publicidade

Cuidados para combater o mosquito

Para combater o mosquito da dengue e evitar a sua picada, existem alguns cuidados que podem fazer toda a diferença, como:

• Manter as garrafas vazias ou baldes virados para baixo;
• Não deixar entulho no quintal ou nas ruas e varrer diariamente a água parada;
• Cobrir as caixas d’água, poços ou piscinas e manter as calhas de água limpas;
• Colocar terra ou areia nos pratos dos vasos das plantas;
• Manter a lata de lixo devidamente tampada e jogar no lixo cascas de coco, latas de refrigerantes, copo plástico, garrafas, embalagens etc;
• Guardar pneus em locais cobertos, longe da chuva. Faça furos na parte de baixo ou entregue no serviço de limpeza;
• Tampar os ralos pouco usados com um plástico, jogando água sanitária no cano duas vezes por semana;
• Diminuir o número de bebedouros de cães, gatos e passarinhos e manter o aquário limpo e fechado.

A secretária de Saúde, Itatiane Lana Carvalho, destacou os trabalhos realizados para combater o mosquito. “Durante todo o ano de 2023, as equipes de endemias estiveram
trabalhando incansavelmente para evitar que esse número cresça. Precisamos da participação de toda a população para
juntos combater o mosquito”, disse.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE