terça-feira, fevereiro 20, 2024
spot_img
HomeCrime BrutalPresa dupla suspeita de matar homem a facadas, amarrar corpo a pedra...

Presa dupla suspeita de matar homem a facadas, amarrar corpo a pedra e jogar em represa em Rio Bananal

Ilan Quintiliano de Oliveira, de 26 anos, e Caíque Silva Gusmão, de 30 anos, são suspeitos de morte cruel em Rio Bananal

A Polícia Civil confirmou a prisão de Ilan Quintiliano de Oliveira, de 26 anos, e Caíque Silva Gusmão, de 30 anos, suspeitos de matar um homem a facadas, amarrar pernas e braços com arame, e pedurar uma pedra no pescoço e depois jogar o corpo da vítima dentro de uma represa, em Rio Bananal, no Norte do Espírito Santo. A prisão da dupla aconteceu na terça-feira (6), em Colatina, no Noroeste do Estado. O nome da vítima assassinada não foi divulgado.

Publicidade

Ilan Quintiliano de Oliveira, de 26 anos, e Caíque Silva Gusmão, de 30 anos, são suspeitos de morte cruel em Rio Bananal. Crédito: Reprodução

Segundo a Polícia Civil, a investigação teve início após a aparição de um corpo, nessa segunda-feira (05), na represa do distrito de Santo Isidoro. O corpo estava amarrado em pedras com arames e nele haviam marcas de lesões causadas por arma branca.

Publicidade

No dia seguinte, os policiais descobriram pistas de quem poderia ter cometido o assassinato e depois ocultado o cadáver da vítima na represa. Seguindo os rastros deixados pelos suspeitos, os policiais foram ao município de Governador Lindenberg e, posteriormente, seguiram para Colatina. Ao chegarem no local, visualizaram os suspeitos na beira de uma estrada, momento em que foram abordados e conduzidos à DP de Rio Bananal.

Na delegacia, os suspeitos, oriundos dos estados de Minas Gerais e Bahia, confessaram o crime e informaram que estavam alojados na fazenda onde ocorreu o homicídio. Ainda segundo os suspeitos, os dois, com a vítima, beberam e usaram drogas, quando uma confusão ocorreu entre eles.

“Por conta dessa confusão, os dois detidos resolveram matar a vítima. Após o assassinato, os dois ocultaram o cadáver utilizando pedras e arames. Apesar disso, o corpo boiou e os dois resolveram fugir do local”, afirmou o titular da Delegacia de Polícia de Rio Bananal, delegado Fabrício Lucindo.

Ainda durante o depoimento, os indivíduos informaram que o crime foi cometido no sábado (03) e o corpo apareceu boiando na segunda-feira (05). Após o interrogatório, os suspeitos foram autuados em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver, sendo encaminhados ao Presídio Regional de Linhares (PRL).

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE