quarta-feira, fevereiro 21, 2024
spot_img
HomeCrimePreso suspeito de matar homem na calçada de igreja em São Gabriel...

Preso suspeito de matar homem na calçada de igreja em São Gabriel da Palha

Suspeito foi preso nesta segunda-feira (16), seis dias após o crime.

Foi preso nesta segunda-feira (16), o suspeito de assassinar Wilson Nascimento dos Santos, de 44 anos, com um tiro no peito, na madrugada da última terça-feira (10), na calçada da Igreja Universal, no bairro Glória, região central de São Gabriel da Palha, no Noroeste do Espírito Santo. A informação foi dada pela Polícia Civil que não detalhou o nome, idade e em que bairro o assassino foi preso. O mandado de prisão temporária, de 30 dias, foi expedido pela Justiça.

Publicidade

Segundo a Polícia Civil, a motivação do crime teria sido uma discussão que teve início em um bar, entre a vítima e o autor do crime. O suspeito teria colidido com uma moto da vítima e a derrubado, gerando a discussão, que terminou a 30 metros do bar.

Publicidade
Assassinato foi motivado pela queda desta moto provocada pelo suspeito. Crédito: Polícia Civil / Montagem Rede Notícia

A vítima, que estava na companhia de um colega, utilizava a moto no dia do crime. Após o homicídio, o colega sumiu com a motocicleta. O veículo foi localizado logo após o suspeito ser detido, com adulteração. A moto foi encontrada na posse de duas pessoas, sendo uma delas o colega da vítima. A Polícia Civil não detalhou se o assassino é ou não o colega.

O crime

Na madrugada da última terça-feira (10), policiais militares foram acionados para irem ao bairro Glória, onde, segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192), um homem havia sido assassinado com um tiro no peito. A PM informou que uma cápsula de munição .22 foi encontrada no local e recolhida pela perícia. A Polícia Civil disse nesta segunda-feira, que a arma usada no crime não foi encontrada.

O suspeito preso nesta segunda-feira (16), foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Domingos do Norte.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE