domingo, abril 14, 2024
spot_img
HomeEspírito SantoQuem é a juíza que virou desembargadora do Tribunal de Justiça do...

Quem é a juíza que virou desembargadora do Tribunal de Justiça do Espírito Santo

Formada em 1989 pela Universidade Federal do Espírito Santo, a nova desembargadora ingressou na magistratura em 1994 e, desde então, atuou nas Comarcas de Pedro Canário, Nova Venécia, Afonso Cláudio, Serra e Vitória, em várias Varas Cíveis e Criminais.

Tomou posse na tarde da última quinta-feira (22), Débora Maria Ambos Corrêa da Silva, nova desembargadora do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). A magistrada foi promovida à unanimidade ao cargo, pelo critério de antiguidade

Publicidade

Após a abertura dos trabalhos pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Fabio Clem de Oliveira, o primeiro a votar foi o desembargador Annibal de Rezende Lima, que destacou as qualidades pessoais e profissionais da nova desembargadora.

Publicidade
Débora Maria Ambos Corrêa da Silva é a nova desembargadora da Corte Capixaba. Crédito: TJES

O desembargador Annibal ainda lembrou toda a trajetória da juíza Débora, que soma 29 anos dedicados ao Judiciário capixaba. Formada em 1989 pela Universidade Federal do Espírito Santo, a nova desembargadora ingressou na magistratura em 1994 e, desde então, atuou nas Comarcas de Pedro Canário, Nova Venécia, Afonso Cláudio, Serra e Vitória, em Várias Varas Cíveis e Criminais. Também substituiu vários desembargadores ao longo de sua carreira, foi juíza corregedora, de 1998 a 1999, e juíza diretora do Fórum de Vitória, de 2015 a 2016. E atualmente, ocupava o cargo de juíza da Vara Especializada em Acidente do trabalho do Juízo de Vitória.

O corregedor geral da Justiça, desembargador Carlos Simões, confirmou as qualidades atribuídas à magistrada e sua produtividade profissional em seus quase 30 anos de exercício no primeiro grau de jurisdição. “Voto também, com muito prazer, no nome da ilustre colega para que ocupe a vaga no cargo de desembargadora deste egrégio Tribunal, desejando que sua carreira, doravante, possa ser coroada de êxito, como foi sua caminhada como juíza de primeiro grau, sendo um exemplo para todos os colegas”, ressaltou.

Da mesma forma, toda a Corte confirmou o nome da magistrada, que agradeceu as palavras de carinho a ela dirigidas. “Gratidão também a todos aqueles que sempre estiveram a meu lado me incentivando e apoiando nesta trajetória de 29 anos como magistrada para que eu alcançasse e realizasse meu sonho profissional de ocupar o cargo de desembargadora, antes ocupado pelo desembargador Manoel Alves Rabelo. Podem estar certos de que minha dedicação e meu comprometimento é com a magistratura estadual, entendo que estou pronta para o grande desafio. Muito obrigada!”, enfatizou a nova desembargadora.

Com o encerramento da votação, o presidente do TJES, desembargador Fabio Clem de Oliveira, deu posse administrativa à desembargadora Débora Maria Ambos Corrêa da Silva, que fez o juramento e já passa a exercer o cargo.

Além de integrantes do Poder Judiciário, marcaram presença na cerimônia o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça Adalto Dias Tristão e os pais da desembargadora Débora, Norma Ambos Correa da Silva e Geraldo Correa da Silva, que é ex-presidente do TJES e desembargador aposentado da Corte.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE