segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
HomeDestaqueSecretaria de Assistência Social de Nova Venécia busca apoio do Governo do...

Secretaria de Assistência Social de Nova Venécia busca apoio do Governo do Estado para melhorar políticas públicas socioassistenciais

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, buscou apoio do Governo do Estado para desenvolver ações de política públicas socioassistenciais às famílias carentes.

Publicidade

Nesta terça-feira (18), a secretária de Assistência Social, Herileny Pratte, e a diretora da Política Socioassistencial de Nova Venécia, Joice Fávero, estiveram em Vitória, na Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (SETADES), para uma pauta com a secretária de Estado, Cintya Grillo, com o objetivo de discutir alternativas e mecanismos de planejamentos e ação conjunta por parte da política da Assistência Social veneciana e do Estado.

Publicidade

Também estiveram presentes na reunião o gerente de Emprego e Qualificação Profissional, Fabrício Chiqueto, e o coordenador estadual do SINE, Ricardo Azevedo Masruha .

Durante o encontro, Herileny Pratte explanou acerca das demandas e dificuldades surgidas com os efeitos da quarentena. Entre as pautas, também constaram discussões sobre:

    •  A adesão do município no Programa Federal Compra Direta de Alimentos (CDA), que visa garantir o direito básico à alimentação. O Projeto consiste na aquisição de gêneros alimentícios de forma direta da agricultura familiar e doação simultânea dos produtos adquiridos à rede socioassistencial, englobando os equipamentos públicos de alimentação e nutrição;

    • Interesse do município na adesão do Programa Criança Feliz, que tem como objetivo promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto social.

    • Discussão referente aos recursos Fundo a Fundo, do ano de 2021.

    • Bolsa Capixaba – 348 famílias beneficiadas.

    • Entre outros pontos de relevância para a política socioassistencial do município, no que condiz a atenção Básica (CRAS), e a atenção Especial (CREAS).

“Conversamos, também, com a agente de Proteção Social Especial (GPSE), Clarice Romeiro Campos, onde foram discutidos assuntos referentes, especificamente, aos atendimentos e acolhimentos aos moradores de rua. Programas existentes que contemplam nosso município, bem como, orçamento para custeio do mesmo. Esperamos a parceria do Estado sobre essas demandas para ajudar o nosso município na manutenção e na melhoraria o trabalho ofertado”, disse Herileny.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE