sábado, abril 20, 2024
spot_img
HomeDestaqueSecretaria de Educação realiza segunda formação sobre transtornos de aprendizagem

Secretaria de Educação realiza segunda formação sobre transtornos de aprendizagem

Diretores, supervisores e técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Seme), se reuniram, nesta terça-feira (12), para dar continuidade aos estudos sobre a Lei nº 14.254, de 30 de novembro de 2021, que trata do acompanhamento integral para educandos com dislexia, Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), ou outro transtorno de aprendizagem. A capacitação, promovida pela Seme, aconteceu de forma híbrida, com a palestrante e alguns profissionais via plataforma Zoom e os demais presentes no auditório da Seme.

Publicidade

Para discorrer sobre o assunto, a Seme convidou a psicóloga, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC), mestre em psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), com 35 anos de carreira na modalidade da Educação Especial e membro da Escola Lacaniana de Psicanálise de Vitória (ELPV), Maria Cecília Costa Oliveira, que foi recebida para abertura dos estudos pela secretária de educação, Wanessa Zavarese Sechim.

Publicidade

Ao iniciar os estudos, a secretária disse que a capacitação tem foco na garantia dos direitos do público-alvo amparado pela Lei nº 14.254. “As formações possibilitam a instrumentalização dos profissionais para melhor atender a todos os estudantes”, explicou.

Durante a formação, a palestrante e os cursistas discutiram sobre a diferença entre os conceitos de integrar (adaptação do aluno à escola) e incluir (adaptação da escola a todos os alunos). Cecília ressaltou o quanto é relevante os profissionais conhecerem bem o histórico de seus alunos, pois, com a pandemia, muitas dificuldades de aprendizagem podem ser confundidas com transtornos de aprendizagem e é preciso muita cautela.

A formadora não mediu esforços para compartilhar sua larga experiência e enalteceu o trabalho da Secretaria de Educação de Nova Venécia. “O município disse sim à educação inclusiva e à importância de se pensar, debater e agir sobre o assunto”.

Ela ainda deixou uma mensagem aos educadores: “Aposte no aluno. O convívio com a diversidade é um exercício de cidadania” incentivou.

A supervisora da EMEF Veneciano parabenizou a Seme por proporcionar esse momento de estudo e orientações com Maria Cecília. “Ela nos trouxe dados estatísticos e diversas experiências já vivenciadas em sua carreira educacional, que, além de enriquecer o momento, nos incentivam a buscar ainda mais conhecimentos, visando sempre a uma educação inclusiva e de qualidade. O fato de abrir para perguntas e discussões também enriqueceu ainda mais o momento, visto que foi oportunizado colocar nossas dúvidas e angústias. A palestrante foi sensacional ao responder a todos e ainda exemplificar algumas situações. Espero que tenhamos mais momentos como esses”, solicitou a pedagoga.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE