sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img
HomeDestaqueSecretaria Municipal de Educação realiza formação do programa ‘Educar pra Valer’

Secretaria Municipal de Educação realiza formação do programa ‘Educar pra Valer’

Nos últimos dias 10 e 11, técnicos pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação (Seme), estiveram reunidos com a equipe do programa ‘Educar pra Valer’ (EpV), para traçar as próximas ações a serem executadas nas unidades de ensino da rede. 

Publicidade

A Secretaria Municipal de Educação, ainda em 2021, já mantinha contato com a ONG Espírito Santo em Ação, que desenvolve um acompanhamento de projetos educacionais no Estado e, na ocasião, apresentou o programa ao prefeito de Nova Venécia, André Fagundes, que participou do Edital e de uma entrevista com critérios rigorosos de seleção e teve a adesão ao programa aprovada.

Publicidade

Em janeiro deste ano, aconteceram as primeiras formações on-line para os técnicos da Seme se apropriarem da proposta do EpV. Já em fevereiro, os estudantes da rede, de 2º ao 5º ano, fizeram o Teste de Fluência em Leitura, elaborado pelo programa e aplicado pelos supervisores das unidades de ensino e pela Coordenação da Educação do Campo nas escolas multisseriadas.

Os dados dos resultados dos Testes de Fluência em Leitura inseridos pelos aplicadores, na plataforma própria do Programa, a SAEV (Sistema de Avaliação Educar pra Valer), foram consolidados, nesta quinta-feira, para a realização de mais uma etapa: a elaboração do Plano de Ação, em que serão definidas as metas e estratégias que nortearão o assessoramento pedagógico.

Durante a quinta-feira (10), inicialmente, a secretária Wanessa Sechim, que fechou sua agenda nos dois dias para atender, prioritariamente, as demandas do Programa, se reuniu com a coordenação do programa e seu Departamento Pedagógico. Em seguida, com as equipes pedagógicas da Seme, realizaram e concluíram as Oficinas de Elaboração do Plano de Ação.

“A proposta é elaborar um plano de ação que vamos desenvolver a partir dos resultados da avaliação diagnóstica para uma intervenção e assessoramento pedagógico junto às escolas, focado na melhoria da qualidade, sobretudo, da alfabetização nos anos iniciais. Esse plano de ação será um pacto em que o prefeito, a Seme e os diretores assinarão para a melhoria da leitura e escrita nos anos iniciais em 2022. Estamos preparando a cerimônia de lançamento do Programa, em que será lançado o nome dessa nova estratégia de fortalecimento da alfabetização e em breve divulgaremos a data”, disse Wanessa.

A coordenadora assistente do EpV disse que esse trabalho é realizado em 11 estados e 50 municípios do país, 5 no Espírito Santo: Vitória, Vila Velha, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares e Nova Venécia. “O nosso propósito é dar suporte a essas redes, esta é a nossa primeira visita, de forma presencial, estamos conhecendo as práticas educacionais já utilizadas e trazendo o nosso olhar e experiências de outras redes, para fazermos um intercâmbio e que ele possa agregar de forma positiva ao trabalho do município”, informou a especialista.

Já a coordenadora estadual do Programa no Espírito Santo disse que os trabalhos do primeiro dia são de extrema seriedade, visto à importância do Plano de Ação, “Neste momento, estaremos colocando no papel todas as ações que o município já faz e o que ele pode vir a fazer diante da realidade pós avaliação diagnóstica. Com esses resultados em mãos, precisamos traçar metas propositivas, o resultado não muda a realidade, o que muda a realidade são as intervenções”, concluiu.

Instituído pela Associação Bem Comum, em parceria com a Fundação Lemann, o programa Educar pra Valer (EpV), tem como propósito prestar assessoria técnica gratuita aos municípios partícipes para apoiá-los na implementação de boas práticas de gestão, tendo por base as evidências e os bons resultados alcançados no município de Sobral e no Programa Alfabetização na Idade Certa no Ceará. A Associação Bem Comum é formada por experientes profissionais da gestão pública com atuação na rede de escolas municipais de Sobral e na gestão da educação no estado do Ceará. 

O programa trabalha de forma conjunta com o município tendo por objetivo melhorar o rendimento e desempenho dos alunos ao longo de quatro anos. A intenção do Programa Educar pra Valer (EpV) não é simplesmente repetir ou copiar as ações de Sobral e do Ceará junto aos municípios participantes. O programa trabalha de forma a desenvolver nas equipes das Secretarias de Educação e Escolas a mesma cultura de comprometimento e foco na aprendizagem dos alunos. As experiências, exemplos e ferramentas de Sobral e do Ceará são compartilhadas para que o processo possa acontecer de maneira formativa, porém não existem receitas prontas e as soluções precisam ser construídas considerando o contexto local, o protagonismo e a liderança do município para buscar melhorias na educação.

Na sexta-feira (11), pela manhã, as coordenadoras do Programa e os técnicos pedagógicos da Seme participaram de momentos de formação para prestarem assessoramento às escolas, nos quais conheceram também o material para o acompanhamento do Programa nas unidades de ensino, o qual será posteriormente adequado à realidade do município. 

Para as próximas semanas, estão previstas as formações de diretores e supervisores, para que eles possam acompanhar os professores na elaboração do Plano de Ação da Escola, que deve estar alinhado ao Plano de Ação do Município, formando assim o Pacto Municipal pela Alfabetização.
Ainda na sexta à tarde, a EMEF Tito dos Santos Neves recebeu a primeira visita técnica do Programa Educar pra Valer (EpV) em Nova Venécia.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE