quinta-feira, julho 25, 2024
spot_img
HomeDestaqueSefaz identifica empresa emitindo nota fiscal falsa após cliente pedir CPF na...

Sefaz identifica empresa emitindo nota fiscal falsa após cliente pedir CPF na nota

Auditores fiscais da Secretaria da Fazenda (Sefaz) identificaram uma loja, localizada em Vitória, emitindo notas fiscais falsas. A fraude foi constatada depois que um cliente fez uma compra e solicitou a inclusão do CPF na nota fiscal.

Publicidade

“Esse cliente fez compras nos dias 02, 04, 05 e 06 de dezembro. Ao conferir suas notas fiscais no site do Nota Premiada Capixaba, ele viu que a compra feita no dia 04 não havia sido registrada. Esse consumidor fez contato com a Sefaz e nós verificamos que a empresa já estava com a inscrição estadual bloqueada”, explicou o auditor fiscal e subgerente de Educação Fiscal, Thiago Venâncio.

Publicidade

O auditor e gerente Fiscal, Arthur Carlos Teixeira Nunes, destacou que na próxima semana serão feitas diligências na empresa e ela será autuada. “Por conta do sigilo fiscal, ainda não podemos dar muitas informações sobre este caso, mas é importante destacar que logo nas primeiras semanas do programa Nota Premiada Capixaba já conseguimos identificar a emissão de documentos falsos”, disse Nunes.

O subgerente de Educação Fiscal destacou que os consumidores cadastrados no programa já podem conferir suas notas fiscais no site notapremiada.es.gov.br. “Toda noite, o sistema roda as informações das 48 horas anteriores. Hoje é dia 10, então as compras feitas até o dia 07 já devem estar no sistema, se não estiver, algo pode estar errado”, informou Venâncio.

“Claro que existem exceções, como notas que não são transmitidas à Sefaz, notas que são canceladas e notas emitidas em sistema de contingência, por exemplo. Portanto, o consumidor deve ficar atento e procurar a Sefaz caso alguma nota fiscal não apareça em sua conta no Nota Premiada Capixaba, após 48 horas da compra”, explicou Thiago Venâncio.

O secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé, parabenizou as equipes de Fiscalização e Educação Fiscal, que trabalharam neste caso. “Essa situação ilustra, em pouco tempo, como o desenvolvimento do programa foi uma decisão acertada do Governo do Espírito Santo. Em poucos dias, já começamos a observar os resultados positivos do Nota Premiada Capixaba”, acrescentou Altoé.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE