quarta-feira, fevereiro 28, 2024
spot_img
HomeEspírito SantoSumiço de adolescentes: objetos encontrados durante buscas são levados para perícia

Sumiço de adolescentes: objetos encontrados durante buscas são levados para perícia

Polícia não revelou o que foi encontrado, mas disse que objetos foram levados para Vitória, onde peritos vão analisar em até 24h; acompanhe

Materiais encontrados durante as buscas pelos adolescentes Wellington Gomes Simão, de 14 anos, Carlos Henrique do Nascimento Trajano, de 15, e Kauã Loureiro Corrêa, de 15 anos, em Sooretama, foram levados para análise da perícia em Vitória.  A informação foi revelada pelo delegado Fabrício Dutra, superintendente da Polícia Civil na região, em entrevista dada nesta quinta-feira (24), à TV Gazeta, afiliada da TV Globo no Espírito Santo.

Publicidade

O delegado não quis revelar o que teria sido encontrado, alegando sigilo, mas informou que peritos fizeram uma análise inicial do que foi coletado e os materiais seguiram, durante a manhã, para a Capital, onde deve passar por uma análise dentro de 24 horas.

Publicidade

“Os objetos nós não podemos falar, mas teve um trabalho muito importante da perícia, da polícia tecnocientífica. Eles chegaram à meia-noite e trabalharam neles até duas da manhã. Hoje cedo os objetos foram levados pela PM para Vitória, para que pudéssemos realizar um exame pericial e nos dar resultado em 24 horas”, disse o delegado Fabrício Dutra.

Os amigos Wellington Gomes Simão, de 14 anos, Carlos Henrique do Nascimento Trajano, de 15, e Kauã Loureiro Corrêa, de 15 anos são moradores do bairro Sayonara, em Sooretama. Eles saíram de casa na última sexta-feira (18), para ver um corpo baleado em um bairro vizinho. Depois disso, desapareceram.

A Polícia Civil informou na tarde desta quinta-feira (24), que uma força-tarefa composta por policiais civis, policiais militares e bombeiros militares, fazem uma varredura em um areal. As buscas são acompanhadas, pessoalmente, pelo secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho.

Quatro cães farejadores dos Bombeiros ajudam nas buscas com drones e outras tecnologias, após investigações indicarem que os menores podem estar na área, com apoio da Superintendência de Polícia Regional Norte (SPRN), Centro de Inteligência e Análise Telemática Norte (Ciat Norte), Delegacia Regional de Linhares, Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares e Polícia Militar.

Ainda conforme a Polícia Civil, as buscas seguem em andamento, e até o momento, os adolescentes não foram localizados.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE