sábado, julho 13, 2024
spot_img
HomeFEMINICÍDIOSuspeito de matar ex-mulher a facadas é preso, confirma polícia

Suspeito de matar ex-mulher a facadas é preso, confirma polícia

Jhonatan Bautz Dordenoni, de 25 anos, era ex-companheiro de Sara da Cruz Moulin Merçon, de 28 anos, que deixou filhos gêmeos de 4 anos órfãos.

Foi preso na tarde desta terça-feira (9), Jhonatan Bautz Dordenoni, de 25 anos, ex-companheiro e suspeito de assassinar Sara da Cruz Moulin Merçon, de 28 anos. A mulher foi encontrada morta a facadas dentro do box do apartamento em que ela morava, na manhã desta segunda-feira (8), no Centro de Venda Nova do Imigrante, cidade do Sul do Espírito Santo. A informação da prisão é da Polícia Civil, que detalhou que o suspeito foi detido em uma operação conjunta com a Polícia Militar.

Publicidade

Segundo a Polícia Civil, Jhonatan Bautz Dordenoni não ofereceu resistência, sendo algemado e conduzido à Delegacia, onde os procedimentos de praxe estão em andamento. “No momento da prisão, o pai do suspeito alegou que estaria levando-o pra se apresentar na Delegacia, mas como a Polícia já estava monitorando e seguindo todo mundo, a gente conseguiu pegar antes”, disse o o delegado Alberto Roque Peres, titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova do Imigrante.

Publicidade

O crime ocorreu na manhã de segunda-feira (08) e, assim que tomaram conhecimento do fato, os policiais iniciaram diligências para elucidar o fato. Na manhã de terça-feira (09), a Polícia Civil representou pela prisão do indivíduo, que é ex-companheiro da vítima, o que foi deferido pelo Poder Judiciário. De posse da ordem de prisão, os policiais iniciaram as buscas, localizando o suspeito no Centro de Venda Nova do Imigrante, nas proximidades da rodoviária da cidade.

O crime

Segundo a Polícia Militar, na manhã de segunda-feira (8), o Ciodes (190) recebeu a informação de que havia uma mulher, aparentemente em óbito, no interior do box do banheiro de um apartamento, no Centro de Venda Nova do Imigrante. Segundo o chamado, os vizinhos ouviram gritos de socorro e tentaram ligar para a moradora, como ela não atendeu a proprietária do imóvel foi ao local e encontrou a porta aberta. Um vizinho entrou no apartamento e se deparou com a mulher ferida. O Samu foi acionado e constatou o óbito. A Perícia foi acionada.

Ainda de acordo com as informações da Polícia Militar, o suspeito teria esperado o momento em que a vítima levaria os filhos até o ônibus escolar para então invadir o apartamento e assassiná-la. As câmeras de segurança do prédio teriam flagrado o ex-companheiro chegando ao local às 6h da manhã e se escondendo na garagem, posteriormente subindo para o terraço, e, por fim, entrando no apartamento da vítima. Segundo a PM, às 7h57, o suspeito teria sido visto deixando o local levando o veículo que pertencia ao pai de Sara.

A Polícia Civil informou que a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova do Imigrante, representou pela prisão preventiva do suspeito de 25 anos. O pedido de prisão foi solicitado nesta terça-feira (09) pelo titular da DHPP de Venda Nova do Imigrante, delegado Alberto Roque Peres.

Após tomar conhecimento do fato, as equipes policiais iniciaram diligências para elucidar e identificar o autor. “Nós chegamos ao local, já identificamos por meio das câmeras de segurança o autor do crime, que foi o ex-companheiro da vítima. Em seguida, iniciamos as buscas de forma ininterrupta para tentar a captura dele. Infelizmente, ainda não logramos êxito em prendê-lo, mas as buscas e diligências continuam”, informou o delegado Alberto Roque Peres. A investigação da Polícia Civil também verificou que o indivíduo não tem passagens pela Justiça e não havia registro de boletim de ocorrência por violência doméstica feito pela vítima.

O crime ocorreu na manhã de segunda-feira (08). O Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) 190 recebeu a informação de que havia uma mulher, aparentemente em óbito, no interior do box do banheiro de um apartamento, no Centro da cidade de Venda Nova do Imigrante.

Segundo o chamado, os vizinhos ouviram gritos de socorro e tentaram ligar para a moradora. Como ela não atendeu, a proprietária do imóvel foi ao local e encontrou a porta aberta. Um vizinho entrou no apartamento e se deparou com a mulher ferida. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) foi acionado e constatou o óbito.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE