quarta-feira, fevereiro 28, 2024
spot_img
HomeDestaqueTragédia no Rio do Norte: padrasto tentou reanimar enteado que se afogou...

Tragédia no Rio do Norte: padrasto tentou reanimar enteado que se afogou em Nova Venécia

João Alves dos Santos Junior, 18 anos, mergulhou e não retornou à superfície.

O padrasto se desesperou e pulou no Rio do Norte para tentar salvar o enteado João Alves dos Santos Junior, 18 anos, após ele mergulhar e não voltar mais à superfície, na tarde desta quarta-feira (27), na localidade de Oratório, na Zona Rural de Nova Venécia. Mas, ao encontrar o corpo do rapaz, e levá-lo à margem do rio, João já estava sem vida. O homem tentou reanimar o rapaz, mas não teve sucesso. As informações constam no Boletim de Ocorrência obtido pela Rede Notícia.

Publicidade

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada a partir de relatos que reportavam que havia ocorrido um afogamento com vítima fatal. No local, o padrasto da vítima contou que estava juntamente com seu enteado, João Alves dos Santos Junior, de 18 anos, tomando banho no rio, e também recolhendo algumas pedras pequenas no interior do rio, e que em determinado momento a vítima se aproximou do local mais fundo e que foi advertido por ele para não mergulhar pois ali era fundo e ele não sabia nadar direito. Mesmo com a advertência, o rapaz permaneceu na água.

Publicidade

Segundo o relato do padrasto aos policiais, em determinado momento, a vítima mergulhou e, não retornou mais à superfície. Nesse momento o padrasto da vítima mergulhou por algumas vezes e localizou o jovem, o retirou da água e ali mesmo tentou reanimá-lo, porém ele não respirava mais. A perícia foi acionada.

A Rede Notícia demandou informações e posicionamento da Polícia Civil, que por nota, informou que “as informações procedem”. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares.  Nós questionamos se haverá investigação. A Polícia Civil disse apenas que ” nesse tipo de afogamento é considerado morte acidental”.

Sobre o caso

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE