domingo, abril 14, 2024
spot_img
HomeDestaqueVila Pavão vai reajustar salários do magistério da rede municipal em 20%

Vila Pavão vai reajustar salários do magistério da rede municipal em 20%

O prefeito de Vila Pavão, Uelikson Boone, o Bolinha, anunciou medida de adequação do piso salarial municipal ao piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica, em atendimento à proposta nacional instituída pelo Governo Federal dos recursos do FUNDEB.

Publicidade

A medida, com aumento de 20% ao atual vencimento básico, de acordo com o nível na carreira, foi apresentada para representantes da categoria do Magistério nesta terça-feira (12), em reunião entre a secretária de Educação, Kédima Boone Rodrigues, o secretário de Finanças, Valdeci Berger, a vereadora, Neusdete Rossini Moreira, representantes do Sindipúblicos e técnicos da Secretaria de Educação.

Publicidade

A decisão teve como base um estudo de impacto financeiro feito pelos técnicos das secretarias de Educação e de Finanças.

A assessoria técnica da Prefeitura está em fase de elaboração do Projeto de Lei Municipal específico, que será remetido à Câmara Municipal para apreciação. Se o reajuste for aprovado pelos vereadores, o percentual será inserido retroativo ao mês de janeiro de 2022, lançado na folha de pagamento no mês de maio.

A gestão municipal compreende que é fundamental a valorização profissional dos professores e que não poderia deixar de garantir o que é preconizado em Lei. “Gostaríamos de estar anunciando, também, um reajuste na mesma proporção para todos os servidores municipais, porém, o recurso que possibilitou o reajuste a esses profissionais é específico do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que só pode ser aplicado na educação”, justificou o prefeito.

Kédima Boone Rodrigues destacou que a educação de Vila Pavão está vivendo um momento histórico. “Em menos de dois anos, algumas conquistas importantes já são evidenciadas: o reajuste salarial de 20% para a categoria do magistério; a contratação de ASGs para as escolas multisseriadas; a entrega de um notebook para cada professor, pedagogo e diretor; e o recurso de RR$ 7,5 milhões para a construção da maior escola do município, a Emef Esther da Costa Santos. Estamos felizes por termos no Bolinha, um gestor que investe também na educação”.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE