terça-feira, maio 21, 2024
spot_img
HomeDestaqueVoluntário inicia vaquinha para buscar recurso para ampliação do Lar de Abigail

Voluntário inicia vaquinha para buscar recurso para ampliação do Lar de Abigail

Ação é para construir duas salas, que vão atender mais 40 crianças na unidade, que oferta quatro refeições diárias aos matriculados. A unidade tem 58 anos de existência e, traz critério socioeconômico para adesão do aluno. Faça seu Pix e contribua com quem sempre atuou em benefício da comunidade veneciana!

Um voluntário veneciano, que é empresário, decidiu unir forças e contribuir com uma instituição, que há 58 anos vem fazendo a diferença em Nova Venécia. De acordo com ele, ao chegar ao Lar de Abigail e perguntar pelas demandas, se deparou com uma lista de espera de matrícula de crianças. “Perguntei o que faltava para realizar as novas matrículas, e me responderam que era estrutura física. Falei logo que era para iniciamos a obra. Este local agrega para nosso município há mais de cinco décadas, e lá, estão filhos de pais que precisam trabalhar e não têm onde deixar seus filhos e nem pagar alguém”, fala.

Publicidade

Preferindo não se identificar, o empresário conta que a partir do seu faturamento, ele sempre reserva uma quantia para doações. “Sinto que é um chamado de Deus, e, vejo o quanto esta instituição é importante na vida de muitas famílias, na nossa sociedade. Peço a quem puder, que ajude também”, diz.

Publicidade

A Associação Espírita Beneficente Lar de Abigail conta com seis salas e atende 120 crianças matriculadas, de zero a quatro anos, em tempo integral na Educação Infantil, de segunda a sexta-feira, das 7h ás 16h, ofertando quatro refeições diárias a cada criança. “Com a ampliação, iremos abrir mais 40 matrículas. Para ser selecionada para a vaga, temos um critério sócio-econômico de avaliação. A família da criança precisa ter como renda, até três salários mínimos”, explica a assistente social do Lar, Sabrina Francischetto Nunes Toscano.

Contando com 28 profissionais, a unidade que tem como missão, “Acolher e Educar com Amor”, ainda não tem data definida para abrir as próximas matrículas, e explica que depende do término da obra, e após, fatores burocráticos para finalizar.

“O Lar de Abigail tem este compromisso, de atender nossa população e, tudo que foi feito aqui, sempre foi realizado em parceria com a comunidade, nunca fizemos nada sozinhos”

Theomir Bassetti Filho, presidente do Lar de Abigail

Sabendo da importância da unidade para o município, o presidente do Lar, Theomir Bassetti Filho pontua a necessidade das contribuições voluntárias. “Vamos abrir mais espaço, para a chegada de novas crianças, e isto, só contribui com nossa comunidade. O Lar tem este compromisso, de atender nossa população e, tudo que foi feito aqui, sempre foi realizado em parceria com a comunidade, nunca fizemos nada sozinhos, então,mais uma vez, estamos neste projeto, que só vai agregar para em nosso município”, conta o presidente.

A unidade é custeada em parceria com o poder Público, Prefeitura Municipal de Nova Venécia, por meio dos termos de colaboração na área da Educação e na área da Assistência Social, e também conta com doação de sócios contribuintes.

De acordo com o empresário que levantou a campanha, a média financeira para custear as obras das duas novas salas gira em torno de R$ 120 mil. O Lar de Abigail precisa de sua doação. CHAVE PIX: 27.103.134/0001-94

» Atualmente, o Lar de Abigail funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, e atende 120 crianças, de zero a quatro anos, em tempo integral, na Educação Infantil

Lar de Abigail surgiu em 1965

A Instituição iniciou as atividades em 13 de junho de 1965, com Assistência Social Espírita ao Menino Abandonado, abrigando crianças em sistema de internato. As crianças que faziam parte da unidade eram aquelas abandonadas e oriundas do antigo Instituto Espírito Santense do Bem-Estar ao Menor (IESBEM), atualmente o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (IASES).

O local foi fundado por Romeu Cardoso, Fausto Cardoso Toscano, Fortunato Campos Paiva, Guilherme José de Lima, Silvio Alves de Oliveira, Zenor Pedrosa Rocha, Gil Soares Gama, Sylvio Cardoso Toscano, Zito Patrocínio, Pedro Rocha Barbosa e Ivan Cardoso Toscano.

Em 13 de junho de 1967, dois anos após a inauguração, em ata da Instituição Grupo Espírita Paulo e Estevão, a Instituição passa a denominar-se “Associação Espírita Beneficente Lar de Abigail”, que ao longo destes 58 anos, adequou as ações desenvolvidas de acordo com a ampliação do atendimento por parte dos órgãos públicos possibilitando às famílias em situação de vulnerabilidade, a inclusão social.

Em 1982 houve uma mudança na política de atendimento da entidade, passando a semi-internato. Nesta ocasião o “Lar de Abigail” realizou uma pesquisa sobre a localização de possíveis familiares, e após a constatação, foram reintegradas várias crianças na própria família. Quando esta reintegração não era possível, as crianças foram colocadas em famílias substitutas, voluntárias do Grupo Espírita Paulo e Estevão. Foi realizado acompanhamento destas crianças, sendo que algumas tiveram dificuldade de adaptação na sociedade, mas em compensação, a maioria já se formou, tem família e emprego. Dentre as crianças que foram acolhidas e educadas, o Lar tem hoje doutores, advogados, professores, radialistas, outros que se destacam em empresas privadas e, outros setores. Já em 1995 foi estabelecido o atendimento para a faixa etária de zero a seis anos, tendo em vista que a rede de ensino do município só atendia acima de sete anos.

A Instituição é reconhecida como creche socioassistencial, com Certificado de Entidade Beneficente (CEBAS) na área da Educação. Possui cadeira ativa nos Conselhos Municipais de Assistência Social, Conselho de Direito das Crianças e Adolescentes e Conselho da Mulher. Faz parte da rede socioassistencial do município e realiza ações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Em 2023, estando matriculadas 120 crianças, o Lar também atende seus familiares, totalizando aproximadamente 400 beneficiários. O atendimento se dá através dos Projetos – Educação: “Estimulação Precoce – Inteligência Emocional e Cognitiva”, onde desenvolve-se ações que possibilitam a criança vivências que fortaleçam a autoestima e o desenvolvimento integral de suas capacidades; atividades de lazer, recreação e educacionais, com atenção especial para aquelas com baixo peso – Assistência Social: “O melhor é viver em família – aperte mais esse laço”, que visa o fortalecimento dos laços familiares através de palestras educacionais, visitas domiciliares feitas por Assistente Social, reuniões de pais, oficinas, e a construção do Plano de Qualidade de Vida.

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE