quarta-feira, maio 22, 2024
spot_img
HomeMundoDono do Facebook agora vai criar gado e diz que bois beberão...

Dono do Facebook agora vai criar gado e diz que bois beberão cerveja

Fundador do Facebook está investindo nas raças wagyu e angus. A alimentação será cultivada na própria fazenda, com ajuda das filhas, disse.

Mark Zuckerberg anunciou em suas redes sociais, na terça-feira (9), que se tornou o mais novo pecuarista do mercado. E sua entrada no ramo não foi comum: o bilionário está investindo na criação de bois da raça wagyu, conhecida por ter a carne mais cara do mundo, além da raça angus.

Publicidade

De acordo com o fundador do Facebook, os animais serão criados bebendo cerveja e se alimentando de macadâmias, tudo cultivado em sua propriedade.

Publicidade
Boi wagyu. Crédito: Getty Images

No anúncio, Zuckerberg revela que sua meta é produzir a carne bovina de maior qualidade do mundo.

O seu rancho, chamado de Ko’olau, fica em Kauai, no Havaí. “Queremos que todo o processo seja local e verticalmente integrado. Cada vaca come 5.000-10.000 libras de comida todos os anos, então são muitos hectares de macadâmia”, publicou.

O empresário publicou uma foto de sua filha plantando pés de macadâmia e disse ainda que as crianças irão ajudar a cuidar dos animais da propriedade.

“De todos os meus projetos, este é o mais delicioso”, disse.

Carne mais cara do mundo

O wagyu, no Japão, chega a custar, em média, US$ 1.000 o quilo. No Brasil, onde as carnes menos nobres já pesam no bolso do consumidor, o preço médio do quilo é R$ 600, mas também pode ultrapassar R$ 1.000.

Toda a fama da carne do wagyu se dá por causa do tal marmoreio. É a gordura intramuscular, que dá um visual de mármore para a peça e responsável por sua alta maciez.

O boi japonês também ficou famoso por conta das “mordomias” que recebia, como beber cerveja e receber massagem. Esse tratamento todo especial era muito praticado no Japão antigamente, mas não existe mais na maioria das fazendas e nem é mais visto nos grandes confinamentos do país.

Acreditava-se que a cerveja facilitaria a digestão do animal, ao provocar relaxamento, enquanto a massagem atuaria como drenagem linfática, ajudando na infiltração de gordura para a formação do marmoreio.

*Com informações de g1

ARTIGOS RELACIONADOS
Anuncie Aqui!
Publicidade

EM DESTAQUE